Ufersa

Universidade lança documentário sobre autismo

Na Ufersa, estudantes com diagnóstico de TEA contam com apoio dos profissionais para atender essa demanda

O dia 2 de abril, foi definido pela Organização das Nações Unidas (ONU) como o Dia Mundial de Conscientização do Autismo, e para dar visibilidade a essa causa, a Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis (PROAE) da Universidade Federal Rural do Semi-Árido (UFERSA) lançou um mini documentário sobre o tema. O transtorno do espectro autista (TEA) é uma condição do neurodesenvolvimento, com início precoce e que causa limitações na funcionalidade e/ou sofrimento clínico. 

Em relação aos indicadores epidemiológicos mais atuais, uma em cada 54 crianças são diagnosticadas com TEA, ocorrendo em todos os grupos étnico-raciais e socioeconômicos. Em relação ao sexo, é quatro vezes mais comum em meninos do que em meninas.

Segundo o Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais (DSM-V), o TEA é caracterizado por dificuldades de interação social, comunicação e comportamentos restritos, repetitivos e estereotipados. Os sintomas do TEA são interpretados como um continuum de comprometimentos, que podem variar em graus: leve (apresentam poucas dificuldades funcionais e necessidade de pouco suporte), moderado (apresentam déficits funcionais importantes e necessidade de suporte substancial) e severo (apresentam prejuízos graves e necessidade de suporte intenso).

É essencial que as intervenções terapêuticas no TEA sejam iniciadas nos primeiros anos de vida, visando aumentar as chances de desenvolvimento de habilidades e de independência funcional. Nesse sentido, conscientizar a sociedade sobre essa questão de saúde pública é muito importante, para que haja mais inclusão educacional e laboral dessas pessoas, bem como, para que se ampliem as possibilidades de respeito à neurodiversidade.

Na Ufersa, os estudantes com diagnóstico TEA podem acessar a Coordenação Geral de Ações Afirmativas, Diversidade e Inclusão Social – Caadis e a Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis – Proae, visando buscar apoio dos profissionais disponíveis para atender essa demanda na universidade.

Assecom/Ufersa

Notícias semelhantes
Comentários
Loading...