ÚLTIMA SEMANA DO ANO

Entramos na última semana do ano 2021 e o momento é de agradecer. Mais uma temporada juntos, pessoas que conhecemos, outras não e muitos que se tornaram nossos amigos após o contato através do portaldorn.com. Aqui, como tenho feito questão de frisar, não nutro nenhuma ambição da tal chamada “primeira mão” da notícia, apenas quero manter o espaço para conversar com aqueles leitores que buscam a informação ou a opinião sem lados. Aqui a única bandeira que fazemos questão de empunhar é a da verdade e respeito as opiniões, concordando ou não com o nosso pensamento e aquilo que é exposto.

Isso posto, agradeço imensamente a sua leitura. E, reforçando, pode discordar sem a menor restrição. Estamos aqui para trocar ideias, aprender e, se possível, passar um pouco daquilo que a vida nos proporcionou. Quem pensa que sabe tudo e deixa de buscar novos aprendizados, essas pessoas acabam se perdendo. Sendo assim, vamos trocar experiências e aprender sempre. Isso vale para os mais e menos experientes, o que interessa é expor, saber falar e ouvir. Por fim, que Deus proteja todos nós.


CENÁRIO LOCAL

O registro local no ano de 2021, focando especificamente a cidade de Mossoró/RN, não tem como ser diferente, se volta para o primeiro ano de governo do prefeito Allyson Bezerra (SD) e o seu desafio de conduzir pela primeira vez um município tão importante. As opiniões se dividem entre aqueles que estão na sua base de sustentação e, claro, a oposição. Na verdade ainda não existe uma obra de impacto na cidade, partindo o prefeito para o, digamos assim, “feijão com arroz” da gestão que é a limpeza e reforma de praças e ruas.

Creio que a nova administração perdeu muito tempo falando apenas naquilo que a gestão anterior deixou de fazer e isso já foi dito em campanha, ou seja, é chegado o momento de descer do palanque. Por sua vez a oposição em seu papel de cobrar exagera em algumas atitudes, pois estamos apenas no primeiro ano da nova administração quando as ações do programa de governo se divide com a missão de arrumar a casa. Situação normal em se tratando de novo inquilino. Quando a transição não acontece entre correligionários existem algumas barreiras que precisam ser vencidas. Eu disse vencidas, e não usadas como argumento único para justificar a falta de algumas ações afinal, eu quero acreditar, já existia um plano de governo para colocar em prática.

O QUADRO ESTADUAL

Na questão estadual, seja ela administrativa ou puramente política na questão partidária, o ambiente tem sido intenso. A governadora Fátima Bezerra ainda não emplacou uma grande obra em nível estadual que possa marcar o seu governo, enquanto isso já cuida de sua sucessão, com planos de se manter no palácio para mais um mandato. Quem sabe tenha sido esse o grande problema da sua administração ainda não haver detonado de forma positiva. O político partidário dividindo e ganhando mais espaço em relação ao administrativo.

De qualquer forma, assim observo, também não tem sido um desastre como alguns pregam. Como cidadão potiguar e sem político de estimação, sigo na torcida no sentido de que a governadora possa acertar e o Rio Grande do Norte não mergulhe na letargia da falta de crescimento e na ausência de emprego e renda. Além da obra de impacto, o estado precisa proporcionar situações que venham gerar  oportunidade de emprego para o seu povo.

A VIDA NACIONAL

Entrando agora no cenário da vida nacional, a salada é mista e grande. Vivemos hoje uma situação delicada no aspecto administrativo e institucional. Estamos em um país no qual a sua Constituição diz uma coisa e seus poderes fazem outra. Enquanto o presidente da República resolve bater naqueles que se opõem ao seu governo via redes sociais, o Supremo Tribunal Federal resolveu administrar e legislar. Com direito a repressão contra aqueles que criticam suas ações.

Acertando ou errando, por exemplo, é responsabilidade do governo através do Ministério da Saúde, determinar qual política pública a ser implantada para o combate a Covid-19 ou gripe. Essa não é uma missão constitucional do STF que poderá agir, quando provocado, se nada for feito. Agora, dizer como deve ser feito, isso extrapola sua missão. Foi um ano difícil que não pode se repetir, pois continuando assim poderemos ter consequências irreparáveis. Principalmente para a independência entre os poderes e a liberdade de expressão. Enquanto, ao invés de fiscalizar e cobrar medidas em favor do país, a oposição segue obcecada pelo poder que tem nome: a cadeira da presidência da República.

RETORNO NO FUTEBOL POTIGUAR

O ano de 2021 nos proporcionou situações que vão continua refletindo e até se concretizando na temporada de 2022 no esporte. Cito aqui a conquista do Campeonato Estadual da Série B, no Rio Grande do Norte. O campeão, Potyguar de Currais Novos, também conquistou o direito de retornar a divisão principal. O título estadual da segunda divisão aconteceu em 2021 e a retorno à Série A será no estadual de 2022.

Como ponto negativo da disputa da Série B potiguar na temporada que termina eu cito as participações do Baraúnas e do MEC que tentavam retornar a divisão principal. Os dois fracassaram e, após 13 anos de ausência, quem ocupará a vaga será o time seridoense. Para fechar essa pequena recordação do futebol do RN nos últimos 365 dias, comemoramos a volta do jogador Márcio Mossoró ao Brasil e, pela primeira vez, defendendo um clube profissional do su estado, o América de Natal. Desejamos a ele um retorno de sucesso.

QUADRO DE PANDEMIA

O ano de 2021 passou e com ele tivemos que conviver mais uma vez com a pandemia da Covid-19. Em Mossoró, no Rio Grande do Norte, no Brasil e no mundo. Algumas situações já foram amenizadas, principalmente depois do início da vacinação, apesar dos seus efeitos causarem ainda muitas dúvidas. No mínimo, isso é verdade, ameniza as reações. Se fosse acura não teríamos tantas doses em sequência.

Vamos continuar nos cuidando e torcendo para sobreviver a nova cepa. Aquelas recomendações de sempre permanecem, como o uso da máscara, higienização das mãos e, coisa que muita gente já não respeita mais, evitar aglomerações. Os governos, em todas as esperas, vão na base da “tapeação” quando cancelam alguns eventos e permitem a realização de muitos outros. Com esse comportamento do gestor público cabe a cada um de nós fazer o possível para não se contaminar.

 

MENSAGEM

“Melhor do que todos os presentes por baixo da árvore de Natal é a presença de uma família feliz”.

Desconhecido

 

NORDESTINOS NO JAPÃO

Atravessando o globo terrestre o nordestino que é um forte foi fazer bonito no Japão. Isso aconteceu nos Jogos Olímpicos de Tóquio e, das sete medalhas de ouros conquistados no Japão, quatro vieram de lá, do torrão do Brasil. A festa começou com um conterrâneo nosso, o potiguar Italo Ferreira no surfe, que deslizou bonito nas águas japonesas. O rapaz que, quando menino, usava a tampa da caixa de isopor do seu pai, um pescador, para surfar no mar do município de Baia Formosa, emocionou todos nós pelo seu talento e simplicidade.

A farra das conquistas nordestinas por medalhas de ouro seguiu com os baianos Ana Marcela Cunha, essa participando da maratona aquática, nas remadas firmes do guerreiro Isaquias Queiroz da canoagem, mandando bem também nos ringues com Hebert Conceição do boxe. Não podemos esquecer as medalhas de prata que vieram com a fadinha maranhense Rayssa Leal, no Skate; e a também baiana, Bia Ferreira, no Boxe. No nordeste o atleta também é um sujeito(a) pai d`égua.

AVANÇO NO TRATAMENTO

Já no último mês do ano de 2021, dezembro, vem a notícia de mais um avanço no tratamento e combate a Covid-19. A autoridade norte-americana de saúde, a Food and Drug Administration (FDA, na sigla em inglês), aprovou o uso do comprimido da Pfizer contra covid-19, o primeiro tratamento oral nos Estados Unidos (EUA) para combate à doença. A instituição anunciou a decisão em comunicado em que afirma que o medicamento pode ser usado para casos moderados da covid-19 em adultos e crianças menores de 12 anos e pelo menos com 40 quilos de peso, cuja saúde os coloquem em perigo de ser hospitalizados.

De acordo com o registro o comprimido do laboratório Pfizer é o primeiro tratamento oral contra a covid-19 que os norte-americanos poderão tomar em casa e pode vir a se tornar “uma ferramenta crucial contra a pandemia, no momento em que os casos aumentaram vertiginosamente com a variante ômicron”. Até agora, todos os tratamentos nos EUA contra a covid-19 eram administrados por injeção ou por via intravenosa. O medicamento, que será vendido com o nome de Paxlovid, só pode ser comprado com receita médica e os pacientes devem tomá-la assim que souberem que foram infectados, no máximo nos primeiros cinco dias após o aparecimento dos sintomas. Além disso, deve ser tomado duas vezes ao dia, durante cerca de cinco dias, detalha o FDA no comunicado. (Agência Brasil/RTP).

OS CAMPEÕES DO ANO

No ambiente doméstico o destaque da temporada como grande campeão foi o time do Globo que, pela primeira vez, conquistou o título no futebol profissional do Rio Grande do Norte. Partindo para o ambiente nacional é preciso dividir a posição de destaque, embora exista um time em especial que fez a diferença: O Atlético Mineiro. Campeão brasileiro e da Copa do Brasil, o Galo também faturou o certame estadual.

O time mineiro divide a posição destaque na temporada de 2021 com mais duas equipes. Uma delas é o Palmeiras que conseguiu emplacar mais um título na Libertadores da América. Um feito que merece registro. Assim como também podemos colocar para formar o trio a representação do Athletico Paranaense, finalista da Copa do Brasil (vice-campeão) e vencedor da Copa Sul-Americana.


DICA LEGAL – OS DEZ MANDAMENTOS

A dica legal da coluna Repercutindo é aquele espaço no qual colocamos um pouco do nosso ordenamento jurídico, a chamada – lei dos homens. Aproveitando o espírito natalino e as mensagens de um ano novo de saúde e paz, vamos mudar um pouco esse foco trazendo o norte que nos é dado pela palavra de Deus. Nesse sentido pensamos e compartilhamos com vocês os dez mandamentos. Reforçando os votos de um feliz natal e próspero ano novo.

São Mandamentos de Amor a Deus: 1- Amar a Deus sobre todas as coisas; 2- Não tomar seu santo nome em vão; 3- Guardar os domingos e dias santos de preceito; E são Mandamentos de Amor ao próximo: 4- Honrar pai e mãe; 5- Não matar; 6- Não pecar contra a castidade; 7- Não furtar; 8- Não levantar falso testemunho; 9- Não desejar a mulher do próximo; 10- Não cobiçar as coisas alheias.

Notícias semelhantes
Comentários
Loading...
Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support