Tráfico de drogas no governo?

O episódio da prisão de um sargento da Aeronáutica preso com 39 kg de cocaína em um avião presidencial da Força Aérea Brasileira (FAB), na Espanha, precisa ser bem explicado. Todos os fatos devem ser minuciosamente esclarecidos.

É preciso que tudo vá além dos memes de internet, dos textos de Facebook e das declarações pouco conviventes do vice-presidente Hamilton Mourão e do silêncio cúmplice do ministro da Justiça, Sérgio Moro.

Afirmar que o sargento preso é uma mula qualificada, como fez o vice-presidente, diz muito pouco e não explica nada. É preciso saber onde e quando a droga foi posta no avião e, principalmente, a quem pertence. Não se aceita, em hipótese alguma, que a FAB não tenha respostas a esses e outros questionamentos. Aliás, também intriga que o presidente Jair Bolsonaro não diga uma palavra sobre o assunto.

Daqui a pouco, assim como aconteceu com o Queiroz, o tal sargento desaparece e tudo continuará como antes. Infelizmente. Essa história não pode virar pó.

Caixa cobra
A Caixa Econômica Federal segue mandando carta aos servidores públicos da prefeitura de Mossoró que tem empréstimos consignados avisando que não está recebendo os repasses. Ora, o banco deve cobrar da prefeita Rosalba Ciarlini que é quem está fazendo o desconto e ficando com o dinheiro.

Rosalba nega
Aliás, a própria prefeita Rosalba Ciarlini disse no início do mês na FM 93 que a situação dos consignados está sendo regularizada. Se a Caixa não vem a público desmentir a prefeita, porque continua a importunar os servidores. Os contratos são consignados, então que se cobre, se perturbe, que questione a chefe do Executivo.

Lino Brita
A empresa Lino Brita, que realiza obra de ampliação do aterro sanitário de Mossoró, anunciou que vai demitir seus cerca de 200 funcionários. O problema é que a empresa está apelando para que os trabalhadores abram mão de receber os 40% da multa do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) pela possibilidade de serem aproveitados por uma empresa terceirizada e com salários reduzidos.

Balela
A prefeitura lançou um aplicativo de celular para a população oferecer sugestões à Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO). Difícil acreditar que ela vá acatar alguma sugestão quando não aceita sequer as emendas da Câmara Municipal, mesmo aquelas apresentadas pelos vereadores governistas.

Homenagem
A deputada estadual Isolda Dantas (PT) recebe nesta quinta-feira, 27/6, homenagem na Câmara Municipal durante a sessão solene “23 anos do Mossoró Cidade Junina e os 18 anos do espetáculo Chuva de Bala no País de Mossoró”, a partir de proposição feita pelo vereador João Gentil (Patriotas). Será a partir das 18h30, na Câmara Municipal de Mossoró.

 

Notícias semelhantes
Comentários
Loading...