Eleições 2020

Superação para fazer política para todos

Professora aposentada quer levar para a Câmara Municipal a luta em defesa da zona rural

A professora aposentada Zildene Pereira tem uma história de superação muito forte. Cearense de nascimento, mas mossoroense de coração, ela encara a vida com leveza, determinação e fé, apesar das dificuldades e perdas. E é com essas virtudes e sentimentos que ela decidiu entrar para a política. Esse ano, Zildene está candidata a vereadora pela terceira vez.

Morando no Assentamento Vingt Rosado, Zildene Pereira veio para Mossoró aos 12 anos, acompanhar uma irmã. Foi na comunidade rural da Panela do Amaro que ela se estabeleceu como professora leiga, em 1978. A determinação levou-a à faculdade, onde fez graduação e pós-graduação.

Como docente e cidadã, Zildene percebeu o quanto a zona rural sofre com a falta de assistência dos governos. “Na zona rural falta de tudo. Falta água, falta saúde, falta educação, estradas não prestam, e pessoas morrem esperando exame e tratamento. A zona rural pede socorro”, argumenta.

Aliás, falta de assistência de saúde que ela sentiu na pele quando enfrentou – e venceu – um câncer de mama. “É preciso que o mínimo que se tem na estrutura da saúde chegue também para quem está no campo. Na zona rural, não vem sequer o SAMU”, lamenta.

Zildene passou por outras grandes provações. Perdeu um filho para a violência em 2013 e em maio passado ficou viúva, quando o marido sofreu um infarto fulminante. “Me candidatar mais uma vez é uma forma de homenageá-lo. Continuar na política para tentar contribuir com o desenvolvimento da cidade por meio de propostas que contemplem todos”, pontua.

Em 2004, quando já foi candidata pela primeira vez, Zildene teve 497 votos. Em 2008, foram 496. Votação que ela pretende e precisa ampliar para conseguir se eleger e levar para a Câmara Municipal os anseios do povo do campo. “Quero contribuir para melhorar a saúde, a educação, mas terei uma atenção muito forte para a questão da agricultura familiar”, diz.

Aos 59 anos, Zildene Pereira, que está filiada ao PSD, faz uma campanha com o entusiasmo de uma jovem. Para a zona urbana, ela tem propostas para a mobilidade. Na educação, quer lutar pela gestão democrática. Quer ser também uma voz em defesa das pessoas com deficiência e também dos assentados. A experiência como presidente da Associação dos Assentados Vingt Rosado vai ajudar bastante. “Estou com muita esperança que vai dá certo”, afirma Zildene Pereira com a fé que a fez superar muitas dificuldades e vencer tantos desafios.

Notícias semelhantes
Comentários
Loading...