Mossoró

Secretaria de Saúde explica mudança na ordem da vacinação

Este ano, o período de imunização teve início no dia 23 de março e se estende até o dia 22 de maio

Seguindo orientações do Ministério da Saúde, a Secretaria Municipal de Saúde informou nesta sexta-feira, algumas alterações na ordem da vacinação de grupos-alvos da 22ª campanha de vacinação contra a gripe. Este ano, o período de imunização teve início no dia 23 de março e se estende até o dia 22 de maio. Dividida em três etapas, a campanha segue uma ordem prioritária de vacinação do público-alvo.

Na primeira etapa da campanha, que segue até o dia 15 de abril, estão sendo vacinados os idosos (a partir de 60 anos) e os profissionais da saúde. A partir do dia 16 tem início a segunda fase, com a vacinação dos profissionais das forças de segurança e salvamento, portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, e com as alterações dos grupos prioritários, os funcionários do sistema prisional, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas, população privada de liberdade.

Além dos grupos prioritários já definidos e em virtude da ocorrência da epidemia global pelo coronavírus, definiu-se por incluir os caminhoneiros, motoristas de transporte coletivo e portuários como grupo prioritário para vacinação também na segunda fase da Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza.

Com a mudança, os professores do ensino básico ao superior, cujas aulas estão suspensas, passarão a ser vacinados na terceira fase da campanha com início no dia 9 de maio de 2020, Dia D de mobilização nacional. Também da terceira e última etapa, serão vacinadas as crianças de 6 meses a menores de 6 anos, gestantes, puérperas, povos indígenas, adultos de 55 a 59 anos de idade e pessoas com deficiência.

O coordenador Municipal de Imunizações, Etevaldo de Lima, lembra que este ano o Ministério da Saúde antecipou em três semanas a realização da 22ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza pelo momento em que o mundo enfrenta no combate à COVID-19, a fim de proteger de forma antecipada a população contra a influenza, além de minimizar o impacto sobre os serviços de saúde, auxiliando na exclusão de diagnósticos em virtude dessa nova doença.

“Inicialmente, o público-alvo da campanha a ser vacinado pela Secretaria Municipal de Saúde era de 95.557. Com essas alterações, e inclusão de um novo grupo-alvo, esse número com certeza passará dos 100 mil. Estamos aguardando o repasse das doses para a próxima etapa, e iremos imunizar todos os indivíduos dos grupos prioritários de Mossoró”, ressalta.

Notícias semelhantes
Comentários
Loading...