Retorno

Secretaria de Cultura planeja contratar professores para Escola de Artes

Edital está sendo elaborado e visa a contratação temporária de cerca de 12 professores para diversas modalidades

O retorno das atividades na Escola de Artes de Mossoró (EAM) vem gerando muita expectativa nos alunos da instituição que aguardam definições sobre início do ano letivo. Desde o ano passado, devido a pandemia do novo coronavírus, todas as atividades foram paralisadas.

Ontem, 22, as secretarias de Cultura e Planejamento se reuniram para discutir a elaboração de um processo seletivo simplificado para contratação temporária de professores para atuarem nas várias modalidades da EAM. Segundo informações da Secretaria de Planejamento, o edital deverá ser lançado no início de março, e a previsão de retorno das atividades na escola é para o mês de abril. De acordo com a Secretaria de Cultura, devido a pandemia, todos os cursos deverão acontecer de forma híbrida, inicialmente.

O secretário de Cultura Etevaldo Almeida explicou que antes da retomada das atividades é necessário recompor o quadro de profissionais provisórios, que ministrarão os cursos ofertados juntamente com os professores efetivos. Segundo o secretário, cerca de 12 professores provisórios deverão ser contratados. “Estamos planejando a retomada do semestre, fazendo essa seleção dos professores que irão atuar a frente dos cursos da Escola de Artes. Nós estamos nos debruçando sobre nosso orçamento anual para pensar essa seleção via edital tomando como referência os cursos que já são ofertados na Escola de Artes”, acrescentou Etevaldo.

Já o atual diretor da Escola de Artes, Thiago Bento, ressalta a necessidade atual de ampliação de cursos. Segundo Bento, para que seja concretizada essa ampliação é necessária a contratação de mais profissionais. “A ideia é que nós venhamos a incrementar artesanato na Escola de Artes. É muito importante para confecção de figurinos e adereços. Para quem trabalha com teatro sabe da importância de trabalhar com artesanato. Temos também artes marciais que a gente quer incrementar na escola e outras modalidades que estamos analisando, mas ainda não tem nada definido”, detalhou Thiago Bento.

EXPECTATIVA

Já os alunos da Escola de Artes expõem suas expectativas com relação a retomada das atividades. “Estou na Escola de Artes a algum tempo e posso afirmar que é um trabalho maravilhoso que os profissionais fazem lá. Muito amor, dedicação e força de vontade. A minha expectativa, o meu desejo é que possamos voltar logo com todas as disciplinas e eu estou ansiosa pelo retorno das aulas de jazz com o professor Boanerges que além de talentoso e dedicado, ama o que faz”. A declaração é da professora e aluna da turma de jazz, Inalda Fernandes.

Segundo registros da própria instituição, a dança vem se mostrando como uma das modalidades mais concorridas da Escola de Artes. De acordo com dados da EAM, o balé infantil, por exemplo, já chegou a formar turmas com mais de 100 alunas. Na grande maioria, são crianças e adolescentes carentes que encontram na Escola de Artes uma forma de mostrar seus talentos. Além de turmas especiais como a de jazz que atende a adolescentes e a alunas com mais idade. “A Escola de Artes, na vida de quem participa, é um lugar que traz felicidade e a minha expectativa é que a turma de jazz, para as meninas com mais de “15 anos” retorne, tô na torcida para voltar as aulas e reencontrar com o grupo que me faz tanto bem”, relatou a professora de educação física e aluna da turma de jazz, Aldaniza Medeiros.

Notícias semelhantes
Comentários
Loading...