Protesto

Professores da UERN param nesta quarta

Docentes farão manifestação contra calendário universitário que, segundo eles, inviabiliza férias docentes

Os professores da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN) paralisam suas atividades amanhã, 3/7. Eles realizarão uma grande manifestação contra o calendário universitário aprovado pelo Consepe (Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão) e que, na opinião dos docentes, inviabiliza o direito a férias de 30 dias corridas para os trabalhadores e trabalhadoras da universidade.

De acordo com a professora Rivânia Moura, presidente da Associação dos Docentes da UERN (ADUERN), os professores estão sendo convocados a participar de uma discussão sobre o Calendário universitário, e que ocorrerá a partir das 7h30, no pátio da Reitoria, em Mossoró.

Ela informa ainda que em Natal será realizada uma discussão ampliada às 9h sobre a temática, com participação da representação do Campus no CONSEPE.

Ainda segundo a presidente da ADUERN, a ideia é que haja debates em todos os campi e núcleos avançados. “Estamos convidando toda a comunidade acadêmica a fortalecer o dia de paralisação contra o calendário acadêmico aprovado para o próximo semestre da UERN, que não garante as férias de 30 dias para os servidores da instituição”, destaca a ADUERN em nota.

Notícias semelhantes