Pandemia

Oeste tem apenas dois leitos de UTI Covid desocupados

Taxa de ocupação é de quase 90% na região; indicador também preocupa no restante do Estado

A ocupação de leitos para pacientes contaminados ou com suspeita de contaminação pelo novo coronavírus segue aumentando no Rio Grande do Norte. A taxa geral, em todo o Estado, é de 62,94% para leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e de 42,68% para leitos clínicos.

A situação preocupa porque a velocidade com que a demanda tem aumentado é muito grande. Na última sexta-feira, por exemplo, o Estado tinha 77 leitos de UTI vagos. Daquele dia para hoje, outros 10 pacientes tiveram que ser internados em leitos críticos. A disponibilidade, portanto, caiu para 67 leitos.

Em algumas regiões, o cenário começa a ficar crítico. É o que acontece, por exemplo, com o Oeste, cuja taxa de ocupação de leitos de UTI é 86.7%.

Nessa região, o Hospital São Luiz tem apenas um, dos 30leitos de UTI instalados, disponíveis. Os outro 29 estão todos ocupados. No Hospital Regional Tarcísio Maia, de 9 leitos, apenas 1 está sem ninguém. Isso significa que em todo o Oeste há, nesse momento, apenas dois leitos de UTI Covid disponíveis.

Outro dado preocupante é que dos 15 hospitais com leitos de UTI disponíveis, em 10 deles a ocupação é superior a 50%, No Hospital Regional Hélio Morais Marinho (Apodi), a ocupação é de 100%. No São Luiz (Mossoró), 96,7%. No Cleodon Carlos, em Pau dos Ferros, a ocupação está em 90%, quase mesmo índice do Hospital Regional Tarcísio Maia, em Mossoró, que é de 89,9%.

Já o Hospital Maternidade do Divino Amor, em Parnamirim, a ocupação está em            87,5%, e no Giselda Trigueiro (Natal) está em 76.9%. O Hospital Materno Infantil de São Paulo de Potengi, a taxa é de 66,7% e no Hospital Regional Telecila Freitas Fontes (Caicó) é de 65% e o Mariano Coelho (Currais Novos), 60% e no Hospital de Campanha de Natal é de 57,89%.

A taxa geral de ocupação de leitos crítico é de 64.9% em todo o Estado, sendo de 52.8% na região metropolitana de Natal e 64% no Seridó.

O quadro preocupante fez com que o Governo do Estado anunciasse a reabertura de 89 leitos, sendo 56 de UTI e 33 clínicos.

Ontem, o Rio Grande do Norte registrou 374 novos casos confirmados de Covid e mais 2 mortes provocadas pela doença. Com isso, o Estado chegou a 97.955 casos de Covid e 2.728 mortes.

Notícias semelhantes
Comentários
Loading...