Crise

Mossoró vai decretar estado de calamidade pública por coronavírus

O decreto cancela pelo período de 90 dias todos os eventos esportivos e artístico-culturais

A Prefeitura vai publicar amanhã (23) decreto de calamidade pública com o objetivo de conter a disseminação do novo coronavírus em Mossoró. Dentre as medidas estão a paralisação do funcionamento de feiras com grande movimentação pública, além do cancelamento do Mossoró Cidade Junina.

O decreto cancela pelo período de 90 dias todos os eventos esportivos e artístico-culturais, incluindo o São João de Mossoró.

O novo decreto integra uma série de medidas implementadas pela Prefeitura de Mossoró para evitar a propagação do vírus na cidade. Algumas ações já foram realizadas, tais como: suspensão das aulas na rede municipal de ensino, implantação de barreiras sanitárias em pontos estratégicos, liberação do expediente para servidores idosos, gestantes e com doenças crônicas, ampliação da validade da carteira de estacionamento do idoso e pessoa com deficiência, suspensão de eventos com aglomeração e intensificação da fiscalização da vigilância sanitária em estabelecimentos com reunião de pessoas.

A Secretaria Estadual de Saúde Pública (SESAP) confirmou um caso de Covid-19 em Mossoró. Trata-se de um homem de 55 anos, cujo relato é de que não tem histórico de viagem. A transmissão comunitária do novo coronavírus em todo o país também foi confirmada em pronunciamento do ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta.

O decreto será publicado na edição de segunda, 23, no Jornal Oficial de Mossoró (JOM).

Notícias semelhantes
Comentários
Loading...