Cultura popular

Memorial receberá exposição sobre o Nordeste

Visitação pública será aberta a partir do dia 19 deste mês através de agendamento

A cultura nordestina que concentra uma variedade de vertentes e a pluralidade de expressões artísticas será tema da exposição Expo Arte Contemporânea: “Nordestino Meu Destino”, da artista plástica e ceramista Kátia Fleischmann. Pinturas, gravuras, esculturas em cerâmica e papel machê estarão em exposição a partir do dia 19 de junho, no Memorial da Resistência de Mossoró (MRM). A visitação será feita por agendamento e seguindo protocolos de prevenção a Covid-19. A exposição tem apoio da Secretaria Municipal de Cultura (SMC). 

A artista plástica Kátia Fleischmann explicou que a escolha da temática da exposição é resultado de uma longa reflexão onde o processo deu destino a perspectiva de uma trajetória nordestina a partir de uma linguagem de muitas raças e culturas. “Aprendi a voar, mas as minhas raízes ficaram por cá. O Nordeste sempre foi a minha casa, sempre ficou no meu coração e o tema Nordestino Meu Destino resultou de uma longa reflexão. O processo deu de uma expectativa de minha trajetória de ser nordestina e o conceito de interpretar o sentido de descobrir a linguagem oficial com a mescla das culturas. A sintonia, o amor pela minha terra o Nordeste e sempre fui inspirada pela natureza, pela história do meu povo, pelas danças, pelo folclore, pela luz, pelas cores e toda essa diversidade com essa intensidade vibrante. Dando essa visualidade que invocou a simplicidade, revelando a beleza da arte pelo Nordeste”, destacou a artista.

Kátia utilizou materiais reciclados para criar as obras da exposição. “Sempre tive a vontade de mostrar um trabalho também com reciclado, reciclando papel porque eu trouxe muita bagagem e o papelão achei uma pena jogar fora. Aproveitei para fazer arte, algumas peças de papel machê, apresento também em cerâmicas e pinturas. Graças a Deus descobri esse trabalho muito bacana posso explorar muito a questão do material. Gosto de celebrar a vida e usando minha terra como cenário, como pura inspiração. Sempre crio, experimento e exponho povoando o imaginário e a fantasia. Quero realmente homenagear minha terra chamada Nordeste. Minha terra, meu sertão e meu povo com obras, pinturas, gravuras, esculturas e cerâmicas”, ressaltou.

De acordo com o diretor do Memorial da Reistência, Alex Morais, a exposição ficará em cartaz na Sala Joseph Boulier, de 19 de junho a 4 de julho, de segunda a sábado das 8h às 17h. Aos domingos, a visitação será das 15h às 18h. A visitação será controlada para evitar aglomeração e todos os protocolos de prevenção da Covid-19 serão adotados, inclusive a obrigatoriedade do uso de máscara. Os agendamentos da visitação podem ser feitos pelos telefones (84) 99939-0319/ 98797-6277. “Teremos visitação ao público, mas com limitação de pessoas, seguindo as normas de segurança”, destacou.

Notícias semelhantes
Comentários
Loading...