Da prefeitura

Mais de 700 terceirizados estão com salários atrasados

Denúncia é feia pelo vereador Gilberto Diógenes, que cobra providências da prefeitura

Mais de 700 trabalhadores terceirizados da empresa Athos, contratada pela Prefeitura Municipal de Mossoró estão há dois meses sem receber seus salários. A denúncia é feita pelo vereador Gilberto Diógenes (PT). Para ele, trata-se de um verdadeiro absurdo num momento em que o mundo inteiro está buscando alternativas para minimizar os danos causados pela pandemia do Covid-19.

“Infelizmente, não é de hoje que a falta de clareza e de humanidade rondam as empresas contratadas pelo Executivo mossoroense e penalizam a parte mais frágil desta história, o trabalhador terceirizado”, critica..

De acordo com Diógenes, são 600 contratados diretos da empresa Athos e 150 outros, da empresa Troia, que perdeu o seu contrato da Secretaria de Desenvolvimento Social para Athos. Mas que até hoje também não receberam as suas rescisões trabalhistas. Vales alimentação também estão em atraso por dois meses.

“Neste momento de extrema necessidade por parte destes trabalhadores, o que se pede é humanidade por parte da Prefeitura, para que averigue com esta empresa o que está acontecendo ou que providencie, em caso de não repasse dos valores, o pagamento de quem trabalhou e espera, com justiça, o reconhecimento pelo seu suor”, finaliza o edil, pedindo providências.

A prefeitura ainda não se pronunciou sobre o assunt

Gilberto cobra providências da prefeitura. Foto: assessoria

o.

Notícias semelhantes
Comentários
Loading...