Investigação

Líder do governo Bolsonaro é convocado para depor na CPI

Além de Ricardo Barros, ex-diretor da Saúde que pediu propina por vacina também foi convocado

Após intensa discussão entre senadores da base aliada do governo e o presidente da comissão, Omar Aziz, o colegiado aprovou em bloco uma série de requerimentos apresentados à CPI. Os pedidos foram votados à revelia dos senadores governistas Marcos Rogério e Luis Carlos Heinze.

As próximas oitivas foram agendadas de acordo com as denúncias de esquema na compra de vacinas. Entre os convocados estão o deputado federal Ricardo Barros, líder do governo e apontado pelo também deputado Luís Miranda como tendo sido citado pelo presidente Bolsonaro como sendo responsável pelo suposto esquema de compra de vacina superfaturada. Veja os próximos depoentes:

  • Quinta-feira (1º/7) – Representante da empresa Precisa, Francisco Emerson Maximiano
  • Sexta-feira (2/7) – Luiz Paulo Dominguetti, da Davati Medical Supply
  • Já na semana que vem, a CPI ouve:
  • Terça-feira (6/7) – Deputado Luis Miranda
  • Quarta-feira (7/7) – o ex-diretor de Logística do Ministério da Saúde, Roberto Dias Ferreira
  • Quinta-feira (8/7) – o deputado Ricardo Barros
Notícias semelhantes
Comentários
Loading...