GROSSOS

Justiça estipula prazo de 48 horas para que Maurício entregue a documentação

A liminar é o resultado de um mandado de segurança impetrado pela equipe de transição da prefeita eleita Cinthia Sonale

A determinação para que o prefeito de Grossos, José Maurício Filho “Maurícinho”, entregue em 48 horas todos os documentos solicitados pela equipe de transição da prefeita eleita e diplomada, Cinthia Sonale, foi proferida no início da tarde desta segunda-feira (28), pelo juiz plantonista Renato Vasconcelos Magalhães. Caso não atenda a decisão, o atual gestor pode pagar multa de até R$ 10.000,00 por dia.

A liminar é o resultado de um mandado de segurança impetrado pela equipe de transição para que se tenha conhecimento de dados importantes do município, como saldo em caixa, relação de obras em andamento, relação de bens e imóveis, relação de servidores e etc.

“Chegamos ao ponto crucial de que a transição está prejudicada, não se tem como projetar ações sem ter o conhecimento de como se encontra a gestão pública do município. Tomamos a medida cabível, extrema, impetramos um mandado de segurança contra o atual gestor, pois o povo precisa de respostas e mais que isso, dá continuidade dos serviços essenciais”, explica o Coordenador da equipe Dayan Dantas, que deve assumir o cargo de Procurador do Município, a partir de janeiro.

No dia 19 de novembro Cinthia apresentou os nomes da equipe de transição. Desde então aconteceram reuniões para tratar dos assuntos relacionados aos setores de atuação da prefeitura. Apesar disso houve pouco efeito prático, visto que a equipe ainda não tem em mãos a documentação que demonstrem a situação da gestão municipal.

Notícias semelhantes
Comentários
Loading...