Iniciativa

Governo do RN lança programa Bombeiro Amigo do Peito em Mossoró

Proposta objetiva diminuir a mortalidade infantil e alimentar crianças recém nascidas desnutridas e portadoras de deficiências físicas

O Governo do Estado  do Estado do Rio Grande do Norte, em parceria com o Corpo de Bombeiros Militar (CBM/RN), lançou sexta-feira, 22/1, o Programa Bombeiro Amigo do Peito na sede da II Unidade Regional de Saúde Pública (II Ursap), em Mossoró.

Lançado pelo Ministério da Saúde, esse projeto, em todos os Estados brasileiros têm como órgão executor os Corpo de Bombeiros, por ser considerada a instituição com maio credibilidade em âmbito mundial e nacional, chegando esse índice a 98% junto à população.

Criado em 18 de outubro de 2002 pelo CBMRN, o Programa “Bombeiro Amigo do Peito” tem como objetivo de diminuir a mortalidade infantil e alimentar crianças recém nascidas desnutridas e portadoras de deficiências físicas, filhos de mães que não produzem leite materno ou que tenham dificuldade de amamentar.

Diariamente, a corporação está disponibilizando das 7 às 13 horas, viaturas e militares do serviço operacional de saúde do órgão para atuar exclusivamente no Programa Bombeiro Amigo do Peito. O CBMRN atende ocorrências entre coletas e visitas domiciliares relacionadas ao programa, possuindo uma média diária de 10 atendimentos.

“Em Mossoró, o programa vai suprir a demanda de consumo da Maternidade Almeida Castro que tem, em média, 45 bebês internados por dia”, disse a gerente da II Ursap, Emiliana Bezerra Cavalcanti.

Estiveram presentes à reunião a gerente da II Ursap, Emiliana Bezerra Cavalcanti, o Comandante geral do Corpo de Bombeiros, Coronel PM Luiz Monteiro da Silva Júnior;  Coronel PM Humberto Hermógenes  Pimenta, coordenador dos Projetos Sociais do CBMRN;  Major PM Joilton Carlos de Medeiros Cunha, comandante do CBM em Mossoró; Edilene Torquato, assistente social do Banco de Leite e do Hospital Maternidade Almeida Castro, Maria da Felicidade Batista, coordenadora do Banco de Leite de Mossoró; Tenente coronel Inavan Lopes Silveira, obstetra do Hospital Maternidade Almeida Castro; Major Manoel Nobre, obstetra do Hospital Maternidade Almeida Castro; Coronel Mairton Dantas Castelo Branco, comandante do Policiamento do Interior, representando o Comandante Geral da Polícia Militar, coronel Alarico José Pessoa Azevedo Júnior e Cezar Alves de Lima, da gestão do  Hospital Maternidade Almeida Castro.

Notícias semelhantes
Comentários
Loading...