EU VI A POLÍCIA NA RUA

Muito bom, o tal toque de recolher serviu também para o estado colocar a polícia na rua. Eu vi a polícia na rua. Até diárias operacionais estão sendo pagas para que mais homens estejam a disposição para o serviço. E isso é ótimo. Claro, esperamos que continue assim, por exemplo, para inibir ou acabar de uma vez com os arrastões nas residências, o novo terror das pessoas do bem que querem seguir o recado do “fique em casa”, porém sem sofrer nenhum tipo de susto.

É fácil para o estado acionar as sirenes e gritar para o cidadão de bem se recolher, porém fica difícil para esse mesmo cidadão conviver com a violência. E não precisa sair as ruas, pois os bandidos inovaram e, sem medo, invadem residências praticamente todos os dias. É só acompanhar o noticiário policial e a aflição das vítimas. Sugestão: Que tal decretar também o toque de recolher para os bandidos? Contra a população assustada posso afirmar que, eu vi a polícia na rua.

VEREADOR CONTRÁRIO AO FECHAMENTO

O pequeno comerciante e o trabalhador são os mais prejudicados com o fechamento do comercio, isso em relação ao decreto de toque de recolher determinado pela governadora Fátima Bezerra (PT). Essa conclusão é do vereador mossoroense, Omar Nogueira (Patriota), durante pronunciamento em sessão da Câmara Municipal. A decisão de fechar o comércio, entende o parlamentar, só vai gerar mais prejuízos, lembrando que muitos comerciantes já fecharam, fazendo crescer o número de desempregados.

No entendimento do vereador o combate ao novo coronavírus pode ser feito através da obrigatoriedade do uso de máscaras, impedimento de aglomerações além da higienização correta das mãos, porém sem a necessidade de fechar os estabelecimentos comerciais. Omar Nogueira apela para a colaboração da população seguindo as regras sugeridas para que empresas não fechem e o emprego seja garantido.

RELAÇÃO CONTAMINADA NO COMABE AO COVID NO RN

No Rio Grande do Norte a relação entre os gestores no combate ao novo coronavírus encontra-se em plena pandemia. E o epicentro dos desentendimentos, ou contágio, acontece em Natal, onde o embate entre a governadora Fátima Bezerra e o prefeito Álvaro Dias, anda longe de uma erradicação. No caso da pandemia da falta de entendimento, além da vacina e conversa, vai ser preciso muita reza e, se for o caso, bater tambor para resolver.

Nem mesmo a intervenção do Tribunal de Justiça do RN foi o suficiente para encontrar um ponto comum. O desembargador Dilermando Mota até que tentou, fez sua parte chamando as autoridades para uma audiência de conciliação, porém a intransigência reinou. De um lado o prefeito propondo esticar o comércio aberto até as 21:00, e do outro a governadora falando que não tem conversa, fecha tudo às 20:00. Se era para conciliar, teria que existir concessões dos dois lados e não intransigência.

DECRETOS, COMÉRCIO, RESPIRADORES E VACINA

Os recentes decretos do Rio Grande do Norte restringindo o horário de funcionamento de parte do comércio, tem gerado fortes críticas e divergências entre apoiadores e contrários as medidas. Em Mossoró, por exemplo, o vereador Lawrence Amorim (Solidariedade) comentou na tribuna da Câmara que o setor de alimentos tem enfrentado enormes dificuldades para sobreviver. Já a vereadora Marleide (PT) defendeu afirmando que são medidas duras, porém necessárias para tentar barrar o avanço da contaminação pelo novo coronavírus.

Por sua vez o vereador Naldo Feitosa (PSC) foi mais duro em suas críticas contrárias aos decretos. Aproveitou o debate para cobrar a devolução dos R$ 5 milhões que a governadora investiu na compra de respiradores, que seriam para combater a pandemia, e até hoje o estado não recebeu esse equipamento. E o pior, lembrou o vereador, o dinheiro desapareceu junto ao chamado Consórcio de Governadores do Nordeste. Até vacina sumiu, disse ele.

PARTO DIFÍCIL, MAS NASCEU A MUNICIPALIZAÇÃO

Finalmente saiu a tão badalada municipalização do estádio Nogueirão em Mossoró-RN. O parto foi tão difícil que foi preciso recorrer a memória de Luiz Gonzaga em sua forte oração com Samarica Parteira:  “Sant’ Antoin pequenino, mansadô de burro brabo, fazei nascer esse menino, com mil e seiscentos diabo!” Assim como aconteceu com o filho do Capitão Barbino e da sua Juvita, foi preciso muito esforço para sair a municipalização.

O anúncio coube ao próprio prefeito Allyson Bezerra (Solidariedade) ao lado de um emocionado secretário de esportes, Júnior Xavier. A emoção de Júnior tem razão de ser, ex-jogador de futebol ele sabe que é preciso um estádio em boas condições para que outros talentos possam surgir para o futebol. Aguardemos agora por uma boa reforma e reabertura do Leonardo Nogueira.

ESCOLA AGRÍCOLA OFERECE CURSOS GRATUÍTOS

Para os interessados em produção de peixes ornamentais ou produção comercial de peixes, uma boa notícia. A Escola Agrícola de Jundiaí, instituição ligada à Universidade Federal do Rio Grande do Norte, oferece curso gratuito. Ao todo, envolvendo outras opções como agente de gestão em resíduos sólidos, horticultor orgânico, operador de beneficiamento de pescado, produtor de derivados do leite e auxiliar de operação em estação de tratamento de águas, são mais de 3 mil vagas.

Inscrições até o dia 21 de março e, no dia seguinte, o resultado da seleção. A inscrição pode ser feita no site https://novoscaminhos.ufrn.br/ e você vai na aba “inscrições”. Outra informação importante é que essa qualificação profissional será na modalidade Educação a Distância. Lembro ainda que os candidatos aprovados terão que fazer a confirmação da matrícula até 29 de março, com início das aulas previsto para 5 de abril. Olhe a dica, corra e garanta sua vaga.

MENSAGEM

O Rato!

“Quando um rato escapa da ratoeira por causa da mola frouxa, ele não deixa de ser sujo, muito menos de ser um rato, é a ratoeira que está corrompida”.  Autor desconhecido.

 

NOVA FEIRA DO VUCO VUCO EM MOSSORÓ

Os mossoroenses, e muita gente em todo o Rio Grande do Norte, e creio que até moradores de cidades do vizinho estado do Ceará, conhecem bem a feira do Vuco Vuco em Mossoró. Começou em uma pequena praça ao lado da Estação Ferroviária (hoje Estação das Artes) e depois foi deslocada para o atua endereço, avenida Rio Branco, bairro Santo Antônio. Agora surge a ideia de um novo espaço, que seria a segunda feira do Vuco Vuco da cidade.

A proposta, no sentido de abrigar pequenos comerciantes espalhados por diferentes pontos da cidade, principalmente da área central, é do vereador Lamarque (PSC). Vale registrar que ele já sugeriu como local o bairro Alto da Conceição, no prolongamento da Rio Branco nas proximidade do cruzamento das ruas Nísia Floresta e Almirante Barroso. Lamarque espera amadurecer a ideia para que chegue ao prefeito Allyson Bezerra e este possa executar a obra. Uma boa proposta.

TIRANDO PROVEITO RUIM DA SITUAÇÃO

Não é segredo que muitos gestores, do menos ou mais importante posto, lambe a rapadura para atingir, de forma negativa, o servidor público em todos os níveis, seja ele municipal, estadual ou da União, do executivo ou legislativo. Porém, na maioria das vezes, não tem como alterar o direito adquirido. Infelizmente com a pandemia da Covid-19, estão aproveitando para usar esse pano de fundo e ferrar a categoria.

Um bom exemplo, entre outros, é o argumento usado para garantir os recursos do auxílio emergencial. Na Proposta de Emenda à Constituição estão livrando apenas os militares, os demais servidores entraram na mira perdendo direitos. Mero oportunismo para colocar em prática antigos desejos. Do Rio Grande do Norte, foram a favor da PEC que prejudica os servidores públicos os deputados: Beto Rosado (PP), Carla Dickson (PROS), General Girão (PSL), João Maia (PL), Rafael Motta (PSB), Walter Alves (MDB) e Benes Leocádio (Republicanos). Apenas a deputada federal Natália Bonavides (PT) votou contra.

OPORTUNIDADE DE EMPREGO

Com números alarmantes de desempregados pelo Brasil, é sempre bom acompanhar uma informação que fale em sentido contrário. Por isso trago aqui a dica da possibilidade, mesmo que temporária, de um emprego ainda no primeiro semestre de 2021. O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) abriu inscrições para 6.500 vagas.

A divisão é a seguinte: 5.623 vagas para Agente de Pesquisas e Mapeamento em 520 municípios 552 vagas para Supervisor de Coleta e Qualidade em 326 cidades 300 vagas para Agente de Pesquisas por Telefone somente para o município do Rio de Janeiro 25 vagas para Supervisor de Pesquisas somente para o município do Rio de Janeiro. Contratos com duração de até um ano, podendo ser renovado.

DIREITO A NÃO SER IMPORTUNADO

Vamos agora a dica legal desta edição. Quem nunca se irritou com os incômodos, até em horário de descanso, almoço e jantar, gerados pelos telefonemas das empresas de telemarketing? Infelizmente nem mesmo a força da lei tem sido suficiente para barrar essa chatice. E olha que tem até previsão legal na Constituição Federal, além do Código Civil. A impressão que fica é, a turma não teme a lei, ninguém procura ou as punições são brandas.

Na Constituição, artigo 5º, inciso XXXII, fala que o Estado promoverá, na forma da lei, a defesa do consumidor. No mesmo artigo tem ainda o inciso X dizendo que são invioláveis a intimidade, a vida privada, a honra e a imagem das pessoas, assegurado o direito de indenização pelo dano material ou moral decorrente de sua violação e, para completar, tem ainda o artigo 21 Código Civil, falando que a vida privada da pessoal natural é inviolável, e o juiz, a requerimento do interessado, adotará providências necessárias para impedir ou fazer cessar ato contrário a esta norma.

Notícias semelhantes
Comentários
Loading...