DO PROS

Denunciado novamente agora, deputado já sofreu condenação em 2017

Crimes cometidos por Albert Dickson lhes renderam, segundo o MP, mais de R$ 2 milhões, em valores atualizados

O deputado Albert Dickson, que foi denunciado pelo Ministério Público do Rio Grande do Norte (MP/RN) pela suposta prática dos crimes de peculato, falsificação de documentos e associação criminosa, conforme noticiado hoje pelo Portal do RN (veja aqui) já sofreu condenação na condição de ex-vereador de Natal.

Em 2017, ele foi condenado, junto com outros ex-vereadores, a devolver aos cofres públicos a diferença salarial paga pela Câmara Municipal de Natal a eles a partir de janeiro de 2009, quando passou a vigorar uma resolução que reajustou a remuneração dos membros do Legislativo da capital para R$ 15.018,75, enquanto o limite máximo era de R$ 9.288,04.

Albert Dickson, que era filiado ao Partido Progressista (PP), foi condenado a devolver aos cofres públicos R$ 68,7 mil recebidos indevidamente entre 2009 e 2010.

Na mais recente denúncia feita pelo MP/RN, Albert Dickson, agora deputado estadual filiado ao PROS, é acusado de cometer crimes, entre janeiro de 2009 e dezembro de 2011, que lhes renderam, em quantia atualizada, R$ 2.146.239,56.

Notícias semelhantes