Parada Nacional

Cidades do RN terão manifestações nesta terça

Protestos são em defesa da educação e contra a reforma da previdência

Dezenas de cidades potiguares terão atos em defesa da educação hoje, 13/8, durante a Parada Nacional da Educação.

Em Mossoró, os atos começaram às 6h da manhã, com concentração em frente à Universidade Federal Rural do Semiárido (UFERSA), reunindo trabalhadores da educação das redes municipal e estadual de educação, além de técnicos da própria UFERSA, da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN) e do campus Mossoró do Instituto Federal de Educação Tecnológica (IFRN).

Também haverá manifestações em cidades como Água Nova, Alto do Rodrigues, João Câmara, Natal, Caicó, Currais Novos, Poço Branco, Angicos, Baraúna, Pau dos Ferros, São Gonçalo do Amarante, Messias Targino, São Francisco do Oeste, entre outros.

A Parada é um protesto contra o desmonte da educação e da aposentadoria públicas, além de tantos outros direitos sociais, desde a posse do atual presidente Jair Bolsonaro.

No ensino superior, houve o corte de verbas que está inviabilizando o andamento do segundo semestre letivo em universidades e institutos federais. Também a educação básica está sendo duramente atingida, por exemplo, através da subtração de recursos que se destinavam à compra de livros didáticos, mas que foram usados para garantir a aprovação da Reforma da Previdência em trâmite no Congresso Nacional.

Já no que se refere ao direito à aposentadoria, o projeto do governo aumenta a idade e o tempo de trabalho para se aposentar, além de reduzir os valores de aposentadorias e pensões, atingindo, principalmente, as pessoas de baixa renda, enquanto preserva os benefícios previdenciários de uma minoria mais poderosa.

 

Notícias semelhantes