Barraqueiros lamentam postura em Icapuí

A pandemia do Covid-19 continua e, todos estão conscientes, é preciso combater de todas as formas. Agora, o fato é, que essas todas as formas não representem gerar mais dificuldades para quem tem que conviver com o problema de saúde pública. Isso posto, queixam-se alguns barraqueiros localizados na comunidade de Manibu (Praia do Ceará) no município cearense de Icapuí que, somente agora, as autoridades tenham lembrado que o trecho é do sítio do Ceará.

Os comerciantes ali existentes, alguns com os quais conversei, eles se queixam que antes da pandemia os governos estadual e municipal nunca se preocuparam em dotar a comunidade de melhores estradas, iluminação pública, enfim, estrutura adequada para receber o turista. Agora, com a pandemia, foi fácil mandar fechar tudo gerando sérios transtornos para a sobrevivência do comércio e das famílias. Eles esperam que, na semana mais favorável a venda do pescado, alguma atitude seja tomada para liberar as atividades no setor.


MAIS UM DIRIGENTE FALA EM RENÚNCIA

Nada pode ser tão ruim que não possa ficar pior para o futebol profissional do Rio Grande do Norte. Depois da renúncia do presidente do Potiguar, Benjamim Machado, mais um dirigente pensa em tomar o mesmo rumo. A bola da vez pode ser o presidente do ABC, Bira Marques, que admite deixar o carto nos próximos dias. Ele se posiciona contra a suspensão dos jogos do Campeonato Estadual e, como é empresário e também teve seu comércio fechado, a situação fugiu ao planejamento da temporada.

O dirigente argumenta, para defender sua posição contrária a paralização do certame, o fato de que já foram disputadas quatro rodadas e nenhum caso de infecção pela Covid-19 foi registrado nos testes já realizados. Bira Marques disse ainda que será obrigado a usar o prêmio da Copa do Brasil – R$ 675 mil – para completar o orçamento e que não vai sobrar nada. O quadro é delicado e o empresário disse que precisa também cuidar do seu comércio, por isso irá conversar com o restante da diretoria e expor sua intenção de renúncia, quase certa.

EXAGEROS CONTRA O PREFEITO

Aqui mesmo nesse espaço já fiz críticas ao prefeito Allyson Bezerra (SD) pela perda de tempo em ficar olhando pelo retrovisor para expor o que fez de errado seus antecessores, esquecendo que ele é o novo comando para tentar fazer diferente. Porém quero hoje manifestar voto contrário aos atos extremos na hora de cobrar e criticar a nova gestão. Até montagem do chefe do executivo mossoroense com as mãos, teoricamente, sujas de sangue e taxado de genocida estão postando nas redes sociais.

É preciso cobrar sim, porém dentro do razoável, pois o exagero pode parecer que o autor da crítica não tem argumento para o debate democrático. Que o prefeito, alguns dos seus assessores e apoiadores perdem tempo com discursos voltados apenas para a gestão passada, isso é fato, porém radicalizar com sangue e chamado de genocida, repito, parece falta de argumento no campo da política pequena. A famosa picuinha.

OMAR CRITICA SILÊNCIO DE DEPUTADOS E GOVERNO

Quem andou soltando o verbo contra deputados estaduais e a governadora Fátima Bezerra na última semana foi o vereador Omar Nogueira(Patriotas). Sua cobrança, em particular, é direcionada aos parlamentares que durante a campanha falam ter base em Mossoró e depois viram as costas para a cidade e, ao lado da governadora, disse ele, silenciam diante dos pedidos de socorro dos comerciantes que querem trabalhar, sobreviver e são impedidos pelos decretos que restringem suas atividades.

Um dos principais focos do vereador tem sido visitar e ouvir as queixas dos comerciantes localizados na feira do Vuco-Vuco. No espaço, de acordo com Omar Nogueira, o ambiente é de desespero. Afirma ele que muitos que estão sendo obrigados a fechar suas portas, não terão condições de retomar. O vereador propôs inclusive formar uma comissão do legislativo mossoroense para se deslocar até Natal em busca do apoio de deputados e da governadora para que apresentem alternativas para o comerciante atravessar esse momento. O caso é muito sério.

CUIDADO COM O LIXO NA HORA DO DESCARTE

Trago aqui um reforço para uma campanha que considero de muita importância e até risco sério a saúde dos envolvidos. É o seguinte, os funcionários responsáveis pela coleta de lixo pedem que as famílias que tenham alguém em casa doente do Covid-19 separem o lixo do seu paciente, atenção para o destaque da dica, coloquem em um saco com fita vermelha.

Além de separar o lixo e o detalhe da fita vermelha, eles também pedem que pulverizem com um desinfetante. Dica bacana e necessária. Agora é preciso apoiar essa iniciativa para que esses profissionais, tão essenciais à todos nós, possam cumprir com mais eficiência o seu trabalho e, principalmente e acima de tudo, cuidar deles. Ajude, espalhe essa ideia. É o momento de fazermos juntos a diferença.

ACELERANDO O PROCESSO DE VACINAÇÃO

Na corrida pela vacinação para combater a Covid-19, uma boa notícia para a cidade de Mossoró. Aliás, pleito que vinha sendo apresentado desde o início do procedimento, ou seja, vacinar também nos finais de semana. Finalmente o poder público ouviu e a secretaria de saúde do município confirmou a ampliação dos dias de vacinação. Abaixo confira, de acordo com a sequência de idade, onde se vacinar. As unidades vão estar preparadas para receber o público composto por idosos de 70 anos ou mais.

Unidades Básicas de Saúde em funcionamento nos finais de semana: UBS Chico Costa – Santo Antônio; UBS Marcos Raimundo Costa – Belo Horizonte; UBS Dr. Francisco Nazareno Gurgel – Bom Pastor; UBS Dr. Lucas Benjamim – Abolição III; UBS José Leão – Alto da Conceição; UBS Maria Soares da Costa – Alto de São Manoel; UBS Vereador Layre Rosado – Alto do Sumaré; UBS Epitácio da Costa Carvalho – Pintos; UBS Dr. Ildone Cavalcante de Freitas – Barrocas e; UBS Moisés da Costa Lopes – Redenção.

MENSAGEM

“O problema do radicalismo é que seus defensores encaram suas “verdades” como a única alternativa possível. Acreditam-se tão superiores para ver o que a maioria não consegue enxergar que se distanciam da mais óbvia das realidades: a importância da diversidade para a coerência nas escolhas”.

Luiz Roberto Bodstein

VAGA DE EMPREGO EM MOSSORÓ

Felizmente as notícias não ficam restritas ao campo do desemprego com a ameaça do fechamento de parte do comércio por conta das medidas de combate a pandemia do novo coronavírus. Existem também informações positivas, como é o caso do anúncio feito pela empresa de telemarketing A&C confirmando a abertura de mais 350 novos empregos em Mossoró-RN. E tudo para logo, ainda em 2021.

Nos próximos dias informações serão repassadas sobre o processo seletivo e inscrições acontecerão em parceria com a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Turismo. A previsão é de que as contratações sejam iniciadas no mês de abril. Atualmente a empresa conta com 2.100 funcionários e o processo de contratação para os preenchimento das 350 vagas se dará de forma online, como também a fase de treinamento. Boa notícia.

RESPONSABILIDADE DOS AGRESSORES

Devido a questão do isolamento social ao qual as pessoas estão sendo obrigadas a enfrentar por conta da Covid-19, existem relatos de que aumentou o número de violência doméstica. Em Mossoró, acompanhando esse quadro, o vereador Lawrence Amorim (SD) resolveu apresentar um projeto no sentido de reforçar as punições aos infratores e criar um pouco mais de proteção as vítimas e a sociedade.

A proposta, já em forma de projeto de Lei Ordinária, tem como objetivo responsabilizar os agressores pelas despesas médicas das vítimas. O vereador endente não ser correto que a sociedade pague pelos gastos provocados pelo agressor. Assim, o agente que por ação ou omissão, causar lesão, violência física, sexual ou psicológica à mulher em situação de violência doméstica e familiar fica obrigado a ressarcir todos os danos causados e custeados pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Justíssimo.

MÁ FÉ DE LUIZ INÁCIO

Outro dia, através de uma emissora rádio de Natal, ouvi uma jornalista fazendo um comentário sereno e inteligente no qual manifestava sua indignação com, segundo ela, a má fé do ex-presidente Luiz Inácio. Ele comentava, via redes sociais, a decisão do ministro Fachin, do STF, que anulou os atos da justiça federal do Paraná que culminaram com sua condenação. Na fala o ex-presidente dizia que havia sido inocentado, o que realmente não é verdade.

Tem razão a jornalista, é má fé mesmo. Atitude de pessoas que adotam postura populista, soltam frases de efeito, sempre na crença da lerdeza da maioria. A proposta é fazer com que as pessoas confundam frase de efeito com frase útil. A primeira só tem a intenção de impressionar ou criar algum impacto. E nisso, nobre jornalista, essa turma é especialista e sempre encontra um grupo disposto a acreditar.

DICA LEGAL – GUARDAS MUNICIPAIS

A dica legal da semana focará um pouco das Guardas Municipais, profissionais que prestam relevantes serviços, tanto na segurança da sociedade como na defesa do patrimônio público municipal. O trabalho é amparado pelo Estatuto Nacional das Guardas Municipais. No seu artigo 2º diz que, incumbe às guardas municipais, instituições de caráter civil, uniformizadas e armadas conforme previsto em lei, a função de proteção municipal preventiva, ressalvadas as competências da União, dos Estados e Distrito Federal.

Já o artigo 3º apresentam os princípios mínimos de atuação, tais como a proteção dos direitos humanos fundamentais, preservação da vida, patrulhamento preventivo e uso progressivo da força. Do artigo 5º, em resumo, destacamos o inciso V, que fala em colaborar, de forma integrada com os órgãos de segurança pública, em ações conjuntos que contribuam com a paz social. Eis um breve comentário do rico estatuto das guardas municipais no Brasil. Avante guerreiros!

Notícias semelhantes
Comentários
Loading...