A REFORMA DE FÁTIMA ALINHADA A BOLSONARO

Tomando como base a reação dos servidores estaduais, a reforma da Previdência preparada pela governadora Fátima Bezerra (PT) no Rio Grande do Norte vai se alinhando aquilo que foi realizado em nível nacional pelo presidente Jair Bolsonaro. Na avaliação dos sindicatos que representam diferentes categorias no RN, tudo caminha para a retirada de muitos direitos dos trabalhadores que prestam serviço ao Estado. Diante do quadro a palavra de ordem tem sido NÃO a reforma da previdência da professora.

Como consequência já entramos fevereiro com indicativo de greve aprovado e, já em andamento, algumas paralisações chamadas de advertência. Agora é aguardar como a governadora petista vai explicar o fato de, em nível nacional, se posicionar contrária a reforma e no cenário local tomar atitude diferente de suas cobranças. Por outro lado, espera-se também a adesão de entidades sindicais que sempre participaram ativamente de movimentos desta natureza. É hora de provar que o ato não era político-partidário e que verdadeiramente se preocupavam com os trabalhadores.

RABO DE PALHA DEVE FICA LONGE DA FOGUEIRA

Infelizmente temos acompanhado, nos últimos dias, um cenário diferente daquilo a que se propõe o jornalismo. Entendo que nós temos a missão de informar e, a depender do gênero jornalístico, até opinar. No entanto, recomenda a ética que sejamos os portadores da informação e não queiramos nos tornar a própria notícia. Quando o jornalista resolve transformar sua missão em palmatória do mundo, se portando como paladino da moral e dos bons costumes, o dono da verdade, passa a caminhar no fio da navalha.

E mais, se esse profissional, como diz o ditado popular, “tem rabo de palha” ou seja, algum envolvimento direto com determinado seguimento ou pessoa, é bom não passar perto da fogueira. Tome cuidado, mato tem olho e parede tem ouvido. É lamentável que bons profissionais acabem sucumbindo em seu narcisismo. Enfim, é sempre bom lembrar: o jornalista deve ser imparcial e isento. Alguns dirão que não, mas é possível sim.

BRASILEIRÃO SE APROXIMANDO E NADA DE REFORMA

Já toquei no assunto, porém como fui novamente cobrado não posso me recusar e vou atender ao leitor. A preocupação é no sentido de que o Campeonato Brasileiro se aproxima e o estádio Nogueirão em Mossoró-RN segue sem previsão de reforma. Aliás, eu posso adiantar ao torcedor, principalmente do Potiguar que será o representante na Série D, que não haverá nenhuma reforma e o Leonardo Nogueira seguirá com parte de suas arquibancadas sem acesso, leia-se, interditadas.

Aqui a memória vai buscar a promessa da prefeita Rosalba Ciarlini, faz tempo, de que o dinheiro estava ouvindo a conversa para que o estádio fosse praticamente reconstruído. Aliás, quando governadora, ela mesma me disse isso em um almoço na comunidade rural de Passagem de Pedra. Empolgado, na época, preparei logo uma bela matéria no jornal O Mossoroense passando a notícia. Enfim, assim como o esportista, também me senti enganado. Se não me trai a memória, até uma maquete do novo Nogueirão chegou a ser exposta ao público. Nos resta lamentar o sucateamento desse patrimônio do povo de Mossoró.

O PARTIDO É MEU

Nos bastidores a confusão é grande na busca de legendas para quem deseja se candidatar nas próximas eleições. O fato é, deixaram de buscar os partidos pela questão ideológica com a qual se identifica para transformá-los praticamente em uma instituição privada, na base do: “esse partido é meu”. Tem gente apoderando-se das legendas e querendo escolher quem pode ou não ser candidato, tudo em nome de projetos pessoais.

Tem até partido vetando a entrada de vereador considerando que ele pode se eleger e atrapalhar os planos de alguém conseguir o mesmo. E se não tem mandato basta o sujeito ser visto como forte candidato para ser vetado. Eu já vejo diferente. Se eu acho que posso somar votos o suficiente para ser eleito, vou querer ao lado nomes que possam somar sufrágios e assim garantir o coeficiente eleitoral. Pensar diferente eu interpreto como sendo coisa de candidato fraco, que sonha em se eleger com poucos votos por isso quer ter ao lado pessoas de pouca expressão política, atingir o coeficiente e fazer apenas um vereador. No caso, o sujeito pretenso dono do partido, acha que será ele o contemplado. Cuidado, o tiro pode ser pela culatra.

VAMOS NOS CUIDAR, O PROBLEMA É SÉRIO

Seja qual for o meio de comunicação, não tenho dúvidas, a notícia mais comentada e sempre com detalhes novos, é a velocidade com que o coronavírus tem se espalhado pelo mundo. O epicentro do problema é a China, porém a infecção já foi detectada em outros países, inclusive com casos suspeitos no Brasil, e nós precisamos nos cuidar, pois o problema é muito sério. Alguns casos já foram descartados entre nós, porém existem outros em processo de investigação.

Isso posto, nosso recado é: todos atentos, principalmente no período de carnaval. Não esqueça que uma das maneiras para se proteger da doença é evitar locais de grande aglomeração de pessoas. Se você vai cair na folia, não esqueça desse detalhe, principalmente nos carnavais de grande participação popular. Se tiver como evitar permanecer em locais lotados, evite. A ideia melhor é permanecer o maior tempo possível em casa.

OBRIGATORIEDADE DA PLACA MERCOSUL

Agora é pra valer, começou a obrigatoriedade do uso da placa do Mercosul em veículos de todo Brasil. Calma, nada de pânico para trocar a placa cinza. O uso obrigatório começou na sexta-feira, 31 de janeiro e a data está de acordo com o que estipula a Resolução nº 780/2019 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), de julho do ano passado, que determina a adoção do novo modelo de placas de identificação veicular (PIV). Segundo o Ministério da Infraestrutura, o Departamento Estadual de Trânsito (Detran) que não aderir ao novo padrão, não conseguirá emplacar novos veículos.

A situação é a seguinte: A nova placa será obrigatória apenas nos casos de primeiro emplacamento. Para quem tiver o modelo antigo, a troca deverá ser feita no caso de mudança de município ou unidade federativa; roubo, furto, dano ou extravio da placa e nos casos em que haja necessidade de instalação da segunda placa traseira. Nas outras situações, a troca da placa cinza pela do padrão Mercosul não é obrigatória. Com isso, os carros com a atual placa cinza podem continuar assim até o fim da vida útil do veículo.

MENSAGEM

O silêncio é de ouro e muitas vezes é resposta.  Sabedoria popular. 

FOLIA DE MOMO EM TIBAU COMEÇA NA QUINTA-FEIRA

Contagem regressiva para o povão cair na folia do reinado de Momo no carnaval 2020 da cidade de Tibau-RN. Programação pronta e a grande atração será os arrastões, no bom sentido, levando os foliões ao som do trio elétrico até a atração do palco central da festa. Tudo isso depois do folião, seja ele nativo ou visitante, aproveitar um bom dia de praia.

De acordo com a programação da prefeitura as atrações já estarão nas ruas de Tibau logo no dia 20, quinta-feira de carnaval e na sequência vai até a terça-feira dia 25 de fevereiro. Entre as atrações a banda Grafith. Serão mais de dez atrações para não deixar o folião sem tirar o pé do chão. O carnaval completa a fase de grandes eventos em Tibau iniciada no mês de Dezembro.

ENTRARAM NO OITO E NÃO SABEM SAIR

Olha, se não fosse trágico seria cômico. O governo do presidente Jair Bolsonaro tem sido no mínimo engraçado. Digamos assim para não escrever nenhum impropério. Coleguinhas, a turma do Jair não passa uma semana sem aprontar uma presepada, parece até que entraram no oito e não têm como sair e encontrar o rumo da organização e paz. Sair mesmo tem sido a troca de assessores, um após o outro, sem trégua.

Tiraram o simpatizante nazista semana passada e, achando pouco, demitiram outro assessor duas vezes nos últimos dias. O caso envolveu o assessor da Casa Civil, José Vicente Santini que usou um jatinho da Força Aérea Brasileira em duas viagens. No espaço de 48 horas ele foi demitido, nomeado em outro cargo e novamente demitido. Se ficasse no segundo cargo a punição por haver usado o jatinho da FAB seria de apenas R$ 383,00. No primeiro cargo ganhava salário de R$ 17.327 e no segundo iria receber R$ 16.944. O próprio presidente barrou a ação mantendo o ex-assessor fora do governo talvez por conta da forte repercussão negativa. Aguardemos a próxima marmota.

RETOMANDO ATIVIDADES EM PLENÁRIO

A Câmara Municipal de Mossoró retoma suas atividades de plenário a partir deste mês. Digo atividades pelo fato do calendário não se resumir às sessões ordinárias de terça e quarta-feira. A segunda-feira é reservada para reuniões das comissões temáticas, a quinta-feira o espaço é ocupado por audiências públicas e sessões solenes e a sexta-feira novamente comissões temáticas. Soma-se às estas atividades o projeto Câmara Cidadã, com sessões nos bairros e zona rural, além da Câmara Cultural e Momento de Fé. Existe também a proposta de retomada do projeto Câmara Mirim.

Agora, tudo isso se torna mais importante se contar com a participação dos mossoroenses. Isso pode ser de forma direta no local do evento ou assistindo pela TV Câmara. É a forma que você eleitor tem de acompanhar o trabalho do vereador que recebeu seu voto e dos demais que estão a serviço da comunidade. Não deixe que outras pessoas influenciem em suas avaliações, seja você mesmo o senhor do seu ponto de vista.

SEGURANÇA PÚBLICA NOS ESTADOS

Outro dia ouvi de um cidadão a queixa de que pagava IPTU à prefeitura e por isso exigia mais segurança no seu bairro. Recomendamos então a leitura do artigo 144 da Constituição Federação que diz em seu caput: “A segurança pública, dever do Estado, direito e responsabilidade de todos, é exercida para a preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio, através dos seguintes órgãos:”. Entre seus incisos o artigo cita as polícias federais (incluindo a rodoviária) além da polícia militar e civil. Aqui nenhuma delas tem qualquer ligação com as prefeituras.

No parágrafo oitavo do artigo supracitado diz o seguinte: “Os Municípios poderão constituir guardas municipais destinadas à proteção de seus bens, serviços e instalações, conforme dispuser a lei”. Observem que as funções estão bem definidas, e isso significa que, legalmente de acordo com a Constituição, o cidadão terá que cobrar dos governos estaduais e federal por mais proteção. Claro, a depender do caso concreto, a guarda municipal poderá até estender suas ações como auxílio a segurança pública em contexto geral.

 

Notícias semelhantes
Comentários
Loading...