A fuga da Lava Jato

O ex-juiz Sérgio Moro e o procurador da República em Curitiba, Deltan Dalagnol, juram por tudo que é sagrado que agiram de forma correta nos processos sob sua responsabilidade, sobretudo aquele em que condenaram o ex-presidente Lula. As evidências e, principalmente a postura de ambos, mostram o contrário.

Fosse realmente ético e interessado na verdade, Moro já teria se afastado do cargo de ministro da Justiça que hoje ocupa. Lembrando que nessa condição, ele é o chefe da Polícia Federal a quem cabe fazer o trabalho de polícia de investigação sobre os fatos que recaem contra a dupla Moro/Dalagnol. Ademais, ambos se recusam a entregar os celulares para perícia.

Agora, estranhamente, Moro anuncia um pedido de afastamento temporário que somente vai acontecer na próxima semana. E o Dalagnol se recusa a ir à Câmara Federal se explicar. Difícil acreditar que com essas fugas, o ex-juiz e o procurador não tenham algo a esconder.

Pra completar o cenário, há informações dando conta de que haverá ações policialescas – no estilo Morro – para prender pessoas que tenham contribuído para o vazamento das informações que mostram a parcialidade de do ex-juiz no processo contra Lula. Esse fato, se confirmado, mostrará como o agora ministro usa o aparato estatal para perseguir desafetos. Poucas máfias agem de forma tão descarada.

George Wagner
A imprensa mossoroense, em especial a radiofonia, de luto com a partida do grande comunicador George Wagner. Ser humano dos melhores, George cultivou amizades por onde passou. Perda enorme para a geografia humana. Nosso pesar a familiares e amigos.

Queda
Na misteriosa confusão entre o jogador Neymar e a modelo Najila Trindade sobrou para o jornalista Mauro Naves. O profissional foi demitido da Globo por ter cometido o “crime” de passar o número do celular do pai do boleiro para o advogado da modelo. Situação corriqueira que não deveria ter o condão de provocar tamanho estrago na carreira de um jornalista. Dificilmente a Globo tomaria tal decisão se fosse outro personagem envolvido na acusação de estupro. Como também é difícil imaginar que o jogador não tenha feito pressão para que Naves fosse punido.

FGTS
A Caixa Econômica Federal pediu à Justiça um novo prazo para a audiência em que seria elaborado o cronograma de pagamento do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) dos servidores públicos de Mossoró. O encontro estava marcado para amanhã 9/7.

Dinheiro extra
As prefeituras de todo o país recebem nesta terça-feira, 9/7, um repasse extra do Fundo de Participação dos Municípios (FPM). Segundo a Confederação Nacional dos Municípios (CNM) a verba extra deve ser aplicada na manutenção e desenvolvimento do ensino. Interessante é que quando há queda na arrecadação, os prefeitos dizem em todos os cantos. Quando vem dinheiro extra, nenhum deles fala nada.

Professores temporários
O Governo do Estado está convocando 421 professores temporários. A convocação foi feita na edição do9 Diário Oficial do Estado do último sábado, 6/7.

Desconto
Prefeitura de Baraúna e o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Baraúna (SINDSERB) chegaram a um acordo e o Executivo suspendeu a obrigatoriedade do novo recadastramento para a retomada dos descontos sindical em folha. Dessa forma, o sindicato vai recolher as assinaturas dos servidores apenas como forma de confirmar a lista de associados.

 

Notícias semelhantes