A esperança estava morta, a minha não morreu

Outro dia, ao chegar no alpendre da casa em que resido, me deparei com uma esperança no chão e indaguei: será que a esperança morreu? Sim, estava morta. Até lamentei pelo inseto, porém aquela esperança era da família Tettigoniidae e não da família a qual eu pertenço, a humildade. Nesse caso a minha esperança não morreu. Por mais turbulenta que seja nesse momento a nossa passagem pela vida, não podemos permitir que se apague a luz da esperança em dias melhores. E é assim que alimento meus dias.

Observamos na nossa família e também entre os amigos pertencentes a outras famílias, que já existe um forte sinal de preocupação com o futuro, todos evidentemente assustados com a pandemia do Covid-19. Mas, acompanhando o aconselhamento de profissionais da área dos cuidados com a saúde mental humana, resumo que a ideia daquilo que consigo captar é viver o hoje. Cuidar do momento em minutos e dias, e não querer projetar ações e preocupações com o que virá amanhã. Eis uma boa saída, não pular etapas e nada de antecipar tarefas, viva o hoje de forma intensa e da melhor maneira que lhe for possível pois, concomitantemente, estaremos construindo um amanhã mais sólido em seu aspecto positivo. Desesperar jamais, afinal a nossa esperança não morreu.


DESCULPA DE LULA É IGUAL A NOTA DE TRÊS REAIS

Tem sido triste constatar a politização do momento, quando na verdade o que deveria existir era união. Achando pouco, eis que reaparece com a língua literalmente solta, o ex-presidente Lula para comemorar a desgraça provocada pelo novo coronavírus. Sem nenhum respeito pelos mortos e por aquelas pessoas que padecem nos leitos dos hospitais. Se deu graças a Deus pela chegada do monstro do coronavirus criado pela natureza, como ele mesmo disse, imagine o que faria se ainda fosse o presidente da República.

Se em situação dita normal ele aprontou e acabou condenado pela justiça tendo que passar um tempo na cadeia, imagine o que seria possível com a população em pânico, como é o quadro atual. Depois de falar besteira ele aparece com pedido de desculpas igual a uma nota de três reais, ou seja, falsa. Abrindo a boca ele fez a festa daqueles que defendem seu retorno a cadeia e, de quebra, ainda deu discurso para o outro inconsequente, presidente Bolsonaro que também já comentou as mortes por Covid-19 dizendo que não poderia fazer muito pois não era coveiro. Vejam os senhores o nível daqueles que se posicionam como líderes no país. Eu acho que esse poço não tem fundo, pois continuamos em queda livre.

TIBAU FECHA ENTRADAS NOS FINAIS DE SEMANA

Embora tenha existido uma mudança de data, o certo é que a prefeitura de Tibau vai sim fechar seus acessos como forma de combate ao novo coronavirus. A princípio, pelas próprias informações que circularam na cidade, seria a partir da sexta-feira, 22, porém surgiram muitas críticas pela pouca comunicação em torno do assunto. Com isso veio o desmentido do fechamento na data citada e foi anunciada uma reunião para ouvir alguns seguimentos da cidade antes de implantar de forma definitiva.

A ideia é saber como tudo isso vai impactar negativamente no comércio local já prejudicado com o fechamento das barracas na orla da praia. A proposta, além de fechar os acessos a cidade, também tornaria mais rígido o controle no perímetro urbano, como por exemplo, a ida aos supermercados. O certo é que a partir do dia 29 o lockdown parcial estará decretado em Tibau.

O ADIAMENTO DA PROVA DO ENEM

Prego batido e ponta virada na decisão de adiar a prova do Enem de 2020 passando de novembro para dezembro, com possibilidade de acontecer também em janeiro de 2021. Adiamento não cabe mais discussão e, antecipo minha posição, considero que foi uma atitude acertada diante das dificuldades reais no que diz respeito a preparação dos candidatos. Porém discordo do argumento inicial que só apontava as dificuldades dos estudantes mais pobres. Faz sentido, porém usar apenas esse argumento fica uma defesa frágil.

Com ou sem Enem o chamado estudante rico se garante, pois se não tem avaliação para a faculdade pública, ele banca o acesso a universidade particular e não perde tempo. Já o estudante apontado como pobre terá que ficar esperando e atrasa seus estudos. E o pior, quando a pública voltar o estudante rico consegue transferir e ainda aproveita algumas disciplinas. Repito que concordo com o adiamento, porém tinha que comentar o argumento da pobreza observando esse detalhe que pode até ser considerado, pelos radicais contra o adiamento, como sendo um tiro pela culatra. Em junho os candidatos serão ouvidos para indicar a melhor data para a realização da prova.

PANDEMIA DE HOMICÍDIOS EM MOSSORÓ RN

Além de conviver com o medo de se contagiar com o novo coronavírus a população mossoroense no interior esquecido do Rio Grande do Norte também se assusta com a onda de violência em todas as regiões da cidade, seja ela urbana ou rural. Em maio, praticamente, vem acontecendo um homicídio por dia e, para gerar mais medo os bandidos retomaram a onda de arrastões invadindo residências. E mais uma vez vamos pedir a união de gestores e demais representantes públicos no sentido de combater o problema.

Não adianta perder tempo trocando acusações de quem é a culpa pela falta de investimento na segurança. Todos sabem de onde deve partir a iniciativa, porém unindo forças e estruturas, certamente será menos difícil combater a criminalidade. É certo sim falar em investir na base, na educação preparando a criança para ser o cidadão de bem no amanhã, porém o momento também requer ações ostensivas. Menos falácia e mais ação, é o que espera a população amedrontada.

O FUTEBOL NO RIO GRANDE DO NORTE

Sem jogos, com as despesas presentes a cada fim de mês e sem arrecadar o futebol no Rio Grande do Norte pode sofrer graves consequências no caso de não acontecer a liberação dos jogos em curto espaço de tempo. Quem já chutou o pau da barraca foi o presidente do América, Leonardo Bezerra, que definiu o dia 4 de junho para tomar uma decisão. O dirigente não descarta fechar o departamento de futebol profissional, ou seja, encerra todos os contratos com o atual elenco e, fim de temporada. No mínimo para o Campeonato Estadual que ainda tem algumas rodadas. Depois decide o que fazer em relação ao certame nacional.

E as previsões não são animadoras. O presidente da Federação Norte-rio-grandense de Futebol (FNF), José Vanildo, já se reuniu com os representantes dos 8 clubes e, para voltar, avisou, só com autorização das autoridades sanitárias do Estado. O dirigente aguarda por um sinal do governo e, se for assim mesmo, vai demorar. O próprio governo já reeditou decreto ampliando o período de isolamento social no qual um dos principais pontos proíbe qualquer evento público. Nem mesmo o jogo sem torcedor, por enquanto, consegue flexibilizar as medidas de confinamento. Por enquanto, como proposta, a FNF quer terminar o estadual com todos os jogos na Arena das Dunas. Só não sabe quando será possível.

 

MENSAGEM

“Talvez haja apenas um pecado capital: a impaciência. Devido à impaciência, fomos expulsos do Paraíso; devido à impaciência, não podemos voltar”.

Franz Kafka

 

GOVERNADORA FÁTIMA E A TABELA DE SINUCA

Não vamos esquecer que a eleição municipal será em dezembro, dia 6, e os bastidores estão fervendo. Um político experiente andou comentando, em um grupo fechado de WhatSapp, que tem fogo amigo sendo disparado na direção da governadora Fátima Bezerra (PT). Será mesmo? Curioso fui pesquisar as indicações deixadas e, realmente, tem algo de estranho no ambiente.

Detectamos que ferrenhos defensores da causa petista estavam publicando informações duras tendo como alvo a gestão estadual. Pelas avaliações iniciais tem correligionário envolvido no pleito municipal de 2020 que não estaria satisfeito com a postura da chefe do executivo potiguar. Aguardemos então os próximos sinais e, se ficarem mais fortes o problema não foi resolvido. Caso contrário, podem ter fumado o cachimbo da paz. Sim, a tabela de sinuca. É o seguinte, o insatisfeito ou insatisfeita, usa um de seus canais para fazer sua mensagem chegar a governadora. É aquela jogada da sinuca quando tem uma bola na frente e você usa a tabela para acertar a bola 7, a de maior pontuação. De preferência, para não ficar dúvidas, direto na caçapa.

A LIVE DO ARTISTA LOCAL, VALE PRESTIGIAR

Sem a possibilidade de realização de shows com o público presente, os artistas por todo o Brasil vão se utilizando da ferramenta internet para fazer a alegria dos seus fãs. Porém não são apenas os mais famosos no cenário nacional que estão com a suas lives no ar, existem também os nossos talentos, artistas da cidades do Rio Grande do Norte que também promovem esse tipo de evento para o seu público acompanhar de casa e ainda, quando pode, promover solidariedade. Acompanhei recentemente o bom show da cantora Kalidia Santos, da cidade de Grossos e, pelo pouco que entendo, ela mandou muito bem. Parabéns a ela e aos músicos que estavam acompanhando. Aliás, fica o registro, tive que providenciar um aperitivo quando ela interpretou, com muito talento, a música “Evidências” de José Augusto. Parabéns e votos de sucesso.

E a festa continua. Neste dia 30, sábado, será a vez da cidade de Rafael Godeiro-RN apresentar seus artistas. Em dose dupla a música fica por conta de Ricardo Araújo e Evaniel Cantor. Quem quiser acompanhar já pode se inscrever no https://www.youtube.com/channel/UCPQZIFL51x5rxbJ3yqfLSw. Tenho um amigo de Rafael Godeiro, o João Maria, e ele fala muito bem do talento da dupla, então, vale conferir já que não é possível sair e vê-los em um show no seu clube preferido, assista em casa. Sábado a partir das 17h.

IMPRENSA E ALTERAÇÃO DO CÓDIGO PENAL

Lembremos ao cidadão brasileiro que, da mesma forma que você tem o direito de ir as ruas e expor livremente suas posições políticas, os profissionais de imprensa também tem o direito de trabalhar sem ser agredido. Você pode até discordar da postura de determinadas empresas de comunicação, mas o profissional que vai as ruas fazer a reportagem é funcionário e não proprietário. Se quer se queixar, procure o dono e não o ato covarde e criminoso de agredir um trabalhador.

Por conta de atos impensados, ou até planejados de agredir profissionais de imprensa, a lei pode mudar e ficar mais dura para punir o agressor. Neste sentido o senador Lucas Barreto (PSD-AP) apresentou o Projeto de Lei 2.813/2020 que altera o Código Penal, segundo ele, para incluir a circunstância entre as agravantes genéricas. Lembrou o parlamentar que as recorrentes atitudes de violência contra profissionais da imprensa depõe contra a democracia, o livre exercício da profissão e é preciso punir com mais rigor seus autores. A liberdade de imprensa preservada é algo positivo para todos. Pode protestar, e paralelo ao seu ato também respeite o direito de quem trabalha.

O COVID-19 E A PRISÃO COM USO DE ALGEMAS

Com o discurso da pandemia e o combate ao Covid-19, tem autoridade baixando decreto impondo mais força do que a própria Constituição do Brasil. Essa autoridade certamente nunca ouviu falar na Pirâmide de Kelsen, para melhor localizar o seu decreto. Estão querendo até prender cidadão de bem que foi a rua trabalhar ou estava transitando e esqueceu a máscara. Tem até proposta via decreto querendo impor prisão com uso de algemas. Isso fere, pra começar a conversa, os incisos III e IV do artigo 1º da Constituição Federal. Os dois falam da dignidade da pessoa humana e dos valores sociais do trabalho e da livre iniciativa. Para não estender muito, cito a Súmula Vinculante 11 do Supremo Tribunal Federal.

O Supremo proíbe, aceitando só em casos excepcionais, que o preso, aquele apontado como bandido, seja algemado. Agora querem algemar o cidadão de bem pelo fato de querer trabalhar para sobreviver? No seu voto o ministro Marco Aurélio se posiciona contra as algemas até mesmo para preso condenado por crime doloso contra a vida. O STF entendeu que até esse que passa pelo veredicto dos jurados, merece tratamento humano. Imagine então algemar um cidadão sem nenhum crime cometido. No caso, não é lícito o uso de algemas e o decreto, só para registro, encontra-se na base inferior da pirâmide que tem a Constituição no seu topo. Isso posto, eu poderia dizer, prefeitos e governadores, pé no freio. O problema é que o próprio STF que deveria ser o guardião da Constituição vem atropelando tudo ao referendar aquilo que decidem prefeitos e governadores em sua batalha contra o governo federal. Mas, a nossa intenção aqui é colocar o que diz a lei. Interpretação inconstitucional e briga política, é outro assunto.

Notícias semelhantes
Comentários
Loading...