Do que precisamos para viver

As melhores roupas, as mais aconchegantes acomodações, os carros mais potentes, as comidas mais saborosas e nutritivas, as companhias que colocam nosso alto astral para cima. Do que precisamos para viver?

Muitos de nós tem mais do que tudo isso junto e parecem viver uma vida de agruras. Uma inquietude na alma, um desassossego no coração, um desalento no peito.

A riqueza material, sabidamente, não é garantia de felicidade, felizes os que se alegram em saber fazer do pouco o muito que precisa para sobreviver.

Os que só pensam no muito fazem da busca pelo pouco que não lhes falta  a razão  de viver, porque é a vaidade o que os alimenta.

A falta de reflexão sobre o que objetivamente nos cumpre fazer nessa dimensão de nossa existência nos leva a pensar mais no ter do que no ser.

Quanto mais temos menos somos: solidários, justos, fraternos. Quanto mais temos mais nos distanciamos da humildade, caminho que, no dizer de São Tomás de Aquino, nos leva à sabedoria.

Um olhar para nós mesmos nos faria ver que as muitas coisas que acumulamos só entulham, afastam o que poderia ser bom e atrai o que não constrói.

Que percebamos que o que realmente precisamos abunda, não ocupa espaço físico, mas completa nossa vida e dá sentido à nossa existência.

Notícias semelhantes
Comentários
Loading...