Desemprego

Usibras demitiu mais de 200 funcionários somente hoje

Empresa enfrenta dificuldades com a crise financeira provocada pela pandemia da Covid-19

A Usina Brasileira de Óleos e Castanhas (Usibras) empresa mossoroense que atua no beneficiamento e venda de castanha de caju, demitiu hoje, de uma só vez, mais de 200 funcionários (a maioria mulheres). As informações são de que a crise provocada pela Covid-19 reduziu as vendas da empresa praticamente a zero, levando a direção a adotar a medida extrema.

“Trabalhamos pela manhã, viemos para o almoço e quando voltamos eles foram chamando as mulheres em grupo de 20, 30 pessoas e mandando assinar as demissões”, revelou uma das demitidas.

O Sindicato dos Trabalhadores na Indústria de Extração de Óleos Vegetais e de Alimentos de Mossoró confirmou o fato ao Portal do RN. De acordo com o presidente da entidade, Raimundo Pereira da Silva, os demitidos lhes informaram que a empresa alegou crise nas vendas de castanha. “Lá está quase tudo parado, os funcionários nos dizem”, lamenta o sindicalista.

Segundo Raimundo Pereira, os demitidos são do setor de raspagem. Pelas estimativas do sindicato, as demissões devem ter ficado em 160. O Portal do RN obteve a informação de que também foram realizadas demissões em outros setores recentemente.

A empresa ainda manteve os trabalhadores que atuam no corte mecânico. “Parece que a tendência é demitir todo mundo, infelizmente. Mas vamos saber tudo com exatidão quando conversarmos com a empresa”, apontou.

Raimundo Pereira afirmou que vai entrar em contato com a direção da Usibras amanhã para ver como serão pagas as verbas indenizatórias dos demitidos e a situação dos trabalhadores do grupo de risco que foram afastados no início da pandemia. “Vamos saber como vai ficar toda essa situação”, finalizou

O Portal do RN não conseguiu contato com a direção da Usibras.

Notícias semelhantes
Comentários
Loading...