Mossoró

UPA do Belo Horizonte funcionará como hospital de campanha

Ainda não há uma data fechada para início das atividades

A Prefeitura de Mossoró está estruturando a Unidade de Pronto Atendimento (UPA), do bairro Belo Horizonte, para atender exclusivamente pacientes com síndromes respiratórias graves. Ainda não há uma data fechada para início das atividades.

A ideia do município é que a UPA passe a funcionar como um hospital de campanha. A decisão tomada pela prefeitura é mais uma medida de combater, prevenir e evitar o máximo possível o novo coronavírus na cidade.

Atualmente a UPA do Belo Horizonte dispõe de 15 leitos de retaguarda clínico para atendimento à população, que são leitos de baixa complexidade, onde o paciente fica até 24h. Com a ampliação que será feita em breve, a UPA vai passar a contar com mais 20 leitos de retaguarda e quatro leitos de Unidade de Cuidado Intermediário (UCI), também chamados de Sala Vermelha que contam com respiradores.

No total, após a instalações dos leitos de retaguarda e UCI, a UPA vai contar com 39 leitos (sendo 35 de baixa complexidade e quatro de média e alta complexidade) exclusivamente para as síndromes respiratórias graves.

As quatro UCI vão servir, por exemplo, naqueles casos em que o paciente está em um leito de retaguarda e apresenta uma piora no quadro clínico, necessitando de uma assistência mais completa. Até conseguir uma vaga em uma UTI, o paciente ficará na UCI recebendo a assistência necessária. Essa medida ajuda a desafogar os atendimentos do Hospital Regional Tarcísio Maia e outros hospitais nesse momento de pandemia do novo coronavírus.

As UPAs dos bairros Santo Antônio e Alto de São Manoel também vão receber dois leitos de UCI cada uma, para ajudar em eventuais necessidades gerais. A ampliação dos leitos de retaguarda clínico da UPA do Belo Horizonte e os leitos de UCI nas demais UPAs serão viabilizados por meio de parceria da Prefeitura e doações de empresários.

A partir do momento que os atendimentos exclusivos na UPA do BH começar a funcionar, todos os pacientes mossoroenses que tiverem necessidade de atendimento para síndromes respiratórias graves, incluindo o Covid-19, devem procurar a UPA do Belo Horizonte.

Notícias semelhantes
Comentários
Loading...