Conserv

Terceirizada atrasa salário de funcionários e UERN anuncia rescisão

Trabalhadores não receberam os meses de fevereiro, março e abril; problema é recorrente

A Conserv, empresa que presta serviços de limpeza e copeiragem à Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN) está com 3 meses de salários dos seus funcionários em atraso. O problema já se tornou recorrente e tem feito com que os trabalhadores passem por dificuldades as mais diversas, inclusive de alimentação.

A empresa, de acordo com informações colhidas pelo Portal do RN, deve os meses de fevereiro, março e abril. A UERN se manifestou sobre o assunto e disse, por meio de nota, que iniciou processo para rescindir o contrato com a Conserv. Veja a nota na íntegra:

“A Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN) informa que abriu processo administrativo para rescisão de contrato com a empresa CONSERVE, que assumiu em 19 de Novembro de 2019, os serviços de limpeza e copeiragem da Universidade.

A empresa tem sido notificada por recorrentes atrasos salariais dos funcionários que prestam serviço à Universidade, e que encontram-se com os salários referentes aos meses de fevereiro, março e abril de 2020 atrasados, no entanto, a empresa não fornece previsão de regularização e tem vinculado o pagamento de salários dos trabalhadores ao recebimento de faturas, o que fere a Lei de Licitações.

Além disso, a empresa CONSERVE possui apenas uma fatura atestada e apta a recebimento, referente ao mês de janeiro de 2020, regularizada em 26 de março de 2020.

Desde então, a administração da UERN tem se empenhado para a liberação da referida fatura junto ao Governo do Estado do Rio Grande do Norte”.

Notícias semelhantes
Comentários
Loading...