Economia

SINSP solicita suspensão dos descontos dos consignados

De acordo com o sindicato, o Estado ainda deve R$ 636 milhões em salários atrasados aos seus servidores.

O Sindicato dos Servidores Públicos da Administração Direta do Rio Grande do Norte solicitou providências do Governo do RN para que suspenda os descontos referentes aos empréstimos consignados realizado no contracheque dos servidores ativos, aposentados e pensionistas, pelo prazo de 120 dias, em razão da pandemia mundial do novo coronavírus.

A atual conjuntura impacta de forma direta a família de diversos servidores, já prejudicados com o atraso de seus salários, referentes ao mês de dezembro e 13º de 2018. O Estado ainda deve R$ 636 milhões em salários atrasados aos seus servidores.

“Esse dinheiro faz falta na mesa porque aumentou os cuidados com a saúde, a higiene, a alimentação do servidor e sua família”, disse a presidenta do Sinsp, Janeayre Souto. Os empréstimos consignados feitos pelos trabalhadores se deram justamente por causa desse atraso nos salários.

Os ofícios do SINSP solicitando que o Governo do RN procure as instituições financeiras responsáveis pelos empréstimos foram encaminhados à governadora Fátima Bezerra e também aos secretários de Planejamento da Administração do Estado, José Aldemir Freire e Maria Virgínia Ferreira Lopes, respectivamente. Agora, o sindicato aguarda um posicionamento da chefe do executivo quanto ao diálogo com os bancos.

Fonte: SINSP

Notícias semelhantes
Comentários
Loading...