Denúncia

Sindicato reage à provocação de blogueiro que desrespeitou professores

Para entidade, Gustavo Negreiros precisa dar explicações sobre dinheiro recebido do Estado entre 2012 e 2018

O Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Rio Grande do Norte (SINTE/RN) reagiu à provocação feita pelo blogueiro Gustavo Negreiros que em postagem em seu blog afirmou que “os professores do Estado” estavam “achando ótimo a pandemia. Ganham sem trabalhar. Não tem alunos chatos pra cuidar, aulas para ministrar, provas para corrigir, nada de planejamento. O paraíso. A Secretaria da Educação virou um pardieiro”, escreveu.

O SINTE/RN fez uma publicação em sua página na internet (http://sintern.org.br/blogueiro-que-acumulou-ganhos-superiores-a-r-280-mil-no-governo-acusa-professores-de-ganhar-sem-trabalhar/) em que diz que “a afirmação é tão canalha que dispensa explicações. Para a entidade, é o blogueiro quem deve explicações.

“Os professores do Estado, que sempre trabalharam duro recebendo baixos salários e amargando negação de direitos e péssimas condições de trabalho, querem saber: para ser merecedor de quantia tão vultosa, quantas horas de trabalho o jornalista deu para o Estado? Quais foram e qual a relevância dos serviços prestados? Batia ponto ou só batia pernas?

Para quem não lembra, o agressor dos(as) professores(as) do RN ficou conhecido nacionalmente por disseminar fake news e discursos de ódio. Em setembro de 2019, Negreiros afirmou que a menor de idade Greta Thunberg precisava “de um homem e de sexo”, além de maconha, “um baseadozinho”.

O Sinte-RN entende que alguém de tão baixa estatura moral jamais conseguirá atingir os heróis e heroínas que fazem a educação do RN. Suas próprias atitudes e palavras são suficientes para lhe desmascarar”, destacou a entidade em sua publicação.

Notícias semelhantes
Comentários
Loading...