Segurança

Sandra critica vinda de líderes de facção para Mossoró

A crítica foi feita durante sessão da Câmara Municipal ocorrida noa Escola Municipal Francisco de Assis Batista, durante o projeto Câmara Cidadã.

A vereadora Sandra Rosado (PSDB) criticou nesta terça-feira, (28/5), a vinda de 11 líderes da facção Primeiro Comando da Capital (PCC) para o presídio federal de Mossoró, fato ocorrido no último sábado, (25/5).

A crítica foi feita durante sessão da Câmara Municipal ocorrida noa Escola Municipal Francisco de Assis Batista, durante o projeto Câmara Cidadã. Sandra disse lamentar que a cidade viva um grave clima de insegurança e a única ajuda dada pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL) seja o envio de criminosos para a cidade.

“Esse é o único presente que o presidente parece ter para Mossoró”, ironizou a parlamentar durante seu pronunciamento na tribuna.

Com essas 11 novas transferências, somente este ano, Mossoró já recebeu 46 presos do Ceará ligados ao PCC. Somando-se os que vieram de São Paulo, em 2019 o presídio local já recebeu 54 detentos lideranças de facção.

Notícias semelhantes