RECUAR É PRECISO

Parece até que foi na base do “se colar colou”. Assim vejo o episódio do fechamento, em Natal, do Hospital Dr. Rui Pereira e a sua imediata reabertura, assim podemos dizer, por parte do governo do estado. A chefe do executivo potiguar, Fátima Bezerra, que já viveu seus tempos de pedra e hoje é vidraça, não suportou a pressão e recuou. Principalmente depois da dura nota divulgada pelo médico Baltazar Marinho expondo toda a sua decepção e preocupação com o gesto desumano daqueles que deveriam fomentar os meios de garantir a vida, e não diminuir estas condições. Enfim, que bom, prevaleceu a tese do recuar é preciso e essa maldade não foi praticada contra o povo mais humilde do Rio Grande do Norte, talvez ele, responsável pela eleição da senhora governadora.

RECUSAR É PRECISO II

Na integra a nota divulgada pelo Dr. Baltazar Marinho:

Dr.Baltazar Marinho: médico neurologista do Hospital Walfredo Gurgel.

Este ano estarei completando 46 anos de formado e boa parte da minha vida fui e digo isto com muito orgulho médico neurologista do Hospital WALFREDO GURGEL onde criei com outros colegas este serviço.

Quando chegava nos corredores e sentia odores pútridos, pensava logo em pé diabético ou mais grave , esperando uma amputação.

Temos hoje o Hospital Dr Rui Pereira , que a única esperança para a população humilde, pobre de evitar uma cirurgia agressiva e preservar a vida do paciente, já que é a única referência em cirurgia vascular.

INFELIZMENTE, a nossa governadora Fátima Bezerra mostra TOTAL INSENSIBILIDADE  juntamente com seu secretário de saúde e decidiu para o fechamento desta unidade especializada de saúde.

Justificações que não justificam esta atitude INSANA e IRRESPONSÁVEL.

Sugiro que nossa governadora visite uma enfermaria de amputados , o odor de morte e a única chance de sobrevida terá sua porta fechada .

Peço que este texto seja divulgado ao máximo e quem sabe , haverá um rasgo de LUCIDEZ e bom senso deste governo.

Sra Fátima Bezerra visite o hospital e leia mais sobre o assunto .

Deus lhe proteja porque a senhora está prejudicando a população carente.

NOTA DO GOVERNO

O portalrn.com já divulgou notícia sobre a posição do governo sobre a questão do Hospital Rui Pereira, mas por questão de respeito ao leitor da coluna, também vamos repercutir aqui este posicionamento para que todos tenham as versões completas do caso. Diz a nota:

O Governo do Estado emitiu, por meio da Secretaria Estadual de Saúde Pública (SESAP) uma nota negando que já tenha tomado a decisão de fechar o Hospital Ruy Pereira.

Segundo o documento, a administração estadual conta com laudos que revelam a existência de sérios problemas no imóvel que abriga a mencionada unidade hospitalar mas que, a despeito disso, não há questão fechada sobre a sua desativação.

O governo informa ainda que a SESAP “está realizando estudos para analisar a melhor solução para a situação. Ressalta ainda que qualquer tomada de decisão só ocorrerá quando estiver assegurada a atenção e o atendimento integral à população potiguar”.

FORRÓ TROANDO

E o forró vai troando na Mossoró Cidade Junina. Não adianta, muitos reclamam e, praticamente todos, estarão aproveitando as noitadas de bate-coxa no espaço da Estação das Artes, pois sabem lá no mundo que este é um evento que veio para ficar e eleva a setinha da economia para pontos positivos. Atentem para o fato que não estou falando de situação ou oposição, aqui o foco é o quanto a programação atrai visitantes, assim como acontece na outra ponta, em termos de objetivos, com a festa de Santa Luzia. Tive a curiosidade de na noite da sexta-feira, 07, e madrugada do sábado, dia 08, passar pelo terminal rodoviário de Mossoró e constatei a grande movimentação, principalmente de passageiros jovens chegando. Antes já havia a informação dos gerentes de hotéis falando de sua boa ocupação. Enfim, aos contras de plantão, mais uma vez o MCJ mostrou que veio para ficar. Cobrar a presença do governo municipal, estadual e até federal trazendo benefícios para Mossoró, isso é preciso, porém usar este evento como parâmetro para suas críticas negativas, não vai render nada de positivo.

TERMINAL RODOVIÁRIO

Pronto, eis uma pauta boa para ser explorada, a situação de abandono do terminal rodoviário de Mossoró. Lixo, fedentina, escuridão e um matagal sem definição. Isso sim é algo que envergonha e mostra o desgoverno, seja de quem for a responsabilidade de cuidar do espaço, já que existe uma ocupação compartilhada. Os anos passam e, nada é feito por este que poderia ser um cartão postal da cidade. Fica a dica para aqueles que não querem reconhecer Mossoró Cidade Junina como um evento importante para a cultura e a economia da cidade, ou seja, critiquem e cobrem uma solução para melhorar o terminal rodoviário.

OCUPANDO ESPAÇO

Pelo amor de Deus, as pessoas sensatas e interessadas em notícias mais importantes, que realmente interesse ao coletivo, não suportam mais ligar o rádio, a televisão, abrir o jornal, olhar as redes sociais e encontrar como único tema a putaria de um jogador de futebol e uma garota que se apresenta como modelo. Se é para falar de futebol, comentem a seleção brasileira feminina e masculina ou os clubes que disputam o certame nacional. Se um encontro entre um homem e uma mulher dentro de um quarto se tornou assunto de política, deixe que a polícia resolva. O Brasil praticamente fodido e a mídia se preocupando com f… alheia.

É por isso que Ayrton Senna era diferenciado, ídolo em sua expressão maior. Vejam a mensagem a seguir.

MENSAGEM

“Uma maneira de preservar sua própria imagem é não deixar que o mundo invada sua casa. Foi um modo que encontrei de preservar ao máximo meus valores”.

Ayrton Senna

AMBIENTE TENSO

Quem acompanha já percebeu, sem muito esforço, que o ambiente anda tenso na Câmara Municipal de Mossoró. Não foi por falta de aviso. Lembram os leitores mais atentos que na postagem anterior da nossa coluna lancei uma nota na qual temia pela montagem antecipada do palanque eleitoral. Para o próximo pleito praticamente já foi iniciada a corrida e, dizia a nota, isso era um risco que poderia atrapalhar o debate em torno de temas relevantes para a cidade. A preocupação com o voto leva os envolvidos a perder tempo trocando farpas e acusações, deixando de lado aquilo que realmente poderia ser transformado em benefício para a população. Todos perdem com este tipo de postura. Como existe tempo para mudanças e os seus atores são pessoas que reputo como inteligentes, vamos esperar que o quadro mude. Embora difícil.

ESTRATÉGIA ERRADA

A troca de farpas, acusações e denúncias são intensas dos dois lados, direita e esquerda se digladiam no Brasil em busca da cereja do bolo, o poder. A dita corrente de esquerda já esteve lá, e saiu por um erro de estratégia, permitindo assim o surgimento de um “salvador da pátria” uma nova opção para a ser seguida pelo rebanho necessitado de uma referência, o povo. A transição do governo Fernando Henrique Cardoso, o FHC, para o presidente Luiz Inácio, o Lula, mostrava para o mundo um novo Brasil, capaz de renascer das cinzas e se tornar chama ardente de progresso alimentada pelo combustível da democracia. Porém, com o passar do tempo, a gula insana, ou não no caso do insana, pelo poder fez arrefecer tudo já citado. Práticas criminosas na linha do petrolão, mensalão e outros atos de corrupção, levaram o país a perder seu rumo e a população fica vulnerável a qualquer discurso com aparente visão de que seria o novo a ser seguido.

ERRO DE ESTRATÉGIA II

Seguindo a linha de raciocínio do tópico acima, vamos então, se tivermos que apontar culpados, citar quem teria cometido o tal erro de estratégia. Aqui quero concordar com as vozes que já se levantaram e apontaram os partidos PT e PSDB como sendo os grandes responsáveis. Quando todos esperavam uma aliança entre os dois para, no entendimento dos próprios militantes de esquerda, livrar o país da tal direita, eis que eles se separam, entram em confronto direto e, enquanto isso acontece, a outra turma fica na plateia comendo pipoca aguardando o momento do bote fatal. E este bote veio no último ano culminando ao seu final com a eleição presidencial. Tiveram até uma nova oportunidade, que seria na avaliação de boa parte dos analistas políticos de plantão, um aliança com o candidato Ciro Gomes, porém mais uma vez viveram a fantasia do Lula Livre, queiram suas opções internas e perderam o poder, a cereja do bolo. Então amigos da extrema canhota, afundem em suas arrogâncias de achar que seriam eternos.

Em tempo: Não empunho nenhuma bandeira partidária ou envolvimento com qualquer movimento de esquerda, direita ou centro, o pitaco aqui posto é de um pobre mortal observador da cena que compõe a vida brasileira. E tenho dito.

CANDIDATURAS HOMOLOGADAS

Tudo resolvido. Na atualização anterior da coluna havíamos comentando que apenas o nome do advogado Sebastião Jales havia sido homologado em uma lista apresenta pela comissão eleitoral que cuida da eleição do Quinto Constitucional do Tribunal Regional do Trabalho – 21º Região, no Rio Grande do Norte. Papelada checada e também já estão aceitos os nomes de Herbert Mota e Gladstone Heronildes. Com tudo legal, como manda a regra do jogo, cabe agora ao trio fortalecer seus nomes junto aos seus pares na corrida por uma vaga na lista sêxtupla. Votos de sucesso.

 

Notícias semelhantes