no RN

Preso é atingido com bala de borracha durante tentativa de motim em Alcaçuz

Presidio registrou uma fuga entre a noite da última sexta-feira (16) e o sábado (17).

Um preso foi atingido com uma bala de borracha, dentro da Penitenciária Estadual de Alcaçuz, após tentar incitar um motim, na noite deste domingo (18).

Maior penitenciária do Rio Grande do Norte, localizada em Nísia Floresta, na Grande Natal, Alcaçuz registrou uma fuga entre a noite da última sexta-feira (16) e o sábado (17).

Já a tentativa de motim aconteceu durante revista nas celas da penitenciárias. Segundo a Polícia Civil, o detento desobedeceu os policiais penais e ainda tentou incitar outros presos, partindo para cima de um dos policiais.

Para conter o preso, os policiais penais usaram uma arma não-letal e o atingiram com uma bala de borracha no braço.

Ele foi levado a uma unidade de saúde para ser atendido e, em seguida, à delegacia de plantão, onde assinou um termo circunstanciado de ocorrência.

A Polícia Civil não informou o pavilhão onde o fato aconteceu.

Fuga

No sábado (17), a Secretaria de Administração Penitenciária do Rio Grande do Norte (Seap) confirmou que pelo menos 12 presos fugiram da Penitenciária Estadual de Alcaçuz.

Esse foi o primeiro registro de fuga na unidade prisional em três anos. As polícias Militar e Penal foram acionadas para buscas na região e para a recontagem das pessoas presas na unidade.

Segundo a Seap, os presos fugiram pelo sistema de ventilação da cela, que fica no banheiro. Eles aumentaram o tamanho da abertura com um vergalhão da cama.

Já do lado de fora da cela, os presos usaram uma teresa (corda feita de lençóis amarrados) para passar pela muralha da penitenciária.

De acordo com a secretaria, os fugitivos eram todos da cela 9 da ala A do Pavilhão 4. Ao todo, a cela tinha 22 detentos – 10 deles não fugiram. A cela 9 é a mais próxima da muralha por onde os homens escaparam.

A Seap informou que o Pavilhão 4 abrigava 738 presos antes da fuga e que, no total, a Penitenciária de Alcaçuz tinha 1.649 presos.

Após a fuga, a unidade suspendeu as visitas.

Fonte: G1 RN

Notícias semelhantes
Comentários
Loading...