Natal

Policial penal suspeito de matar duas pessoas ‘deverá ser expulso da corporação’, diz Seap

Segundo Polícia Civil, após crimes em Natal, policial penal fugiu para Pernambuco, onde foi preso em flagrante.

A Secretaria de Administração de Penitenciária do Rio Grande do Norte informou que determinou a apuração imediata das ações de um policial penal do estado que foi preso suspeito de matar duas pessoas, atirar contra outra e sequestrar uma quarta vítima no último sábado (9), em Natal.

Em nota, a Seap ainda informou que o suspeito terá a ampla defesa e o contraditório resguardados, porém, “ao final do processo, o referido policial deverá ser expulso da corporação”.

O policial penal do Rio Grande do Norte foi preso na noite de sábado (9) suspeito de matar a tiros um jovem de 21 anos dentro de casa na Zona Sul de Natal e um motorista por aplicativo, na Zona Oeste, horas antes. O suspeito foi detido em flagrante em Pernambuco por um outro crime, de sequestro.

Uma das vítimas fatais foi João Victor Queiroz Munay Dantas, de 21 anos, que foi morto dentro da casa onde morava no bairro Pitimbu durante a madrugada do sábado. A mãe dele também foi atingida por disparos de arma de fogo.

O policial penal também é suspeito de ter matado, horas antes, o motorista por aplicativo Marcelo Cavalcanti de Medeiros Silva, de 27, no bairro Cidade da Esperança.

Ainda na nota divulgada, a Seap se solidarizou com as famílias e lamentou os crimes.

“A Seap informa que, desde que tomou conhecimento do fato, efetuou diligências integrando as Forças de Segurança no sentido de localizar e prender o policial penal”, disse. “A conduta do servidor não reflete o comportamento do efetivo de policiais penais do Rio Grande do Norte”, concluiu.

O crime

Segundo o pai de João Victor Munay, a polícia informou que o criminoso invadiu a casa onde o filho e a ex-esposa dele moravam para tentar roubar a moto de João Victor.

Antes, ele teria matado o motorista por aplicativo no bairro Cidade da Esperança, na Zona Oeste de Natal, de quem teria roubado um veículo Ford Ka. Em seguida, resolveu roubar a moto.

“Depois que ele entrou, o cachorro começou a latir e ele esfaqueou o cachorro. Com o barulho, o meu filho foi ver o que estava acontecendo e tentou proteger a mãe. Ele deu três tiros no abdômem do meu filho e também baleou a mãe dele no braço”, contou o pai de João Victor.

O jovem e a mãe foram socorrido para o Hospital Walfredo Gurgel, onde passaram por cirurgia, no entanto, a família recebeu a confirmação da morte do jovem ainda durante a manhã. Os médicos inforamaram aos familiares que ele teve uma parada cardíaca após a cirurgia e não resistiu.

Na revista ao Ford Ka abandonado no Pitimbu, os policiais militares encontraram uma pistola calibre 380. A PM encontrou a moto de João Victor abandonada no bairro Planalto, na Zona Oeste de Natal. Segundo a PM, ele deixou o veículo para roubar uma caminhonete.

A Polícia Militar iniciou uma perseguição, mas o suspeito abandonou a caminhonete e conseguiu fugir a pé por uma área de morro e mata fechada.

G1 RN

Notícias semelhantes
Comentários
Loading...
Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support