Eleições 2020

Número de partidos na Câmara vai aumentar quase 30% em 2021

Total de siglas com mandato no Legislativo pulará de 11 para 14, com 7 agremiações estreando na próxima legislatura

A presença de partidos com mandatos na Câmara Municipal de Mossoró aumentou para a próxima legislatura de acordo com o resultado das eleições do último domingo. O fim das coligações proporcionais, o aumento no número de partidos na disputa e o acréscimo de duas novas vagas contribuíram para esse crescimento. Atualmente, 11 siglas contam com mandato. A partir de janeiro, serão 14, aumento de 27,27%).

Atualmente, os 21 vereadores estão filiados a 11 siglas diferentes. São 8 do Partido Progressistas/PP (Alex Moacir, Tony Cabelos, Zé Peixeiro, Ricardo de Dodoca, Manoel Bezerra de Maria, Emílio Ferreira, Flávio Tácito e Francisco Carlos); 2 no Movimento Democrático Brasileiro/MDB (Izabel Montenegro, Maria das Malhas), 2 no Democratas/DEM (Ozaniel Mesquita, Petras Vinícius), 2 do Partido da Social Democracia Brasileira/PSDB (Sandra Rosado e Aline Couto).

Com 1 vereador cada, estão o Partido dos Trabalhadores/PT (Gilberto Diógenes), Partido Verde/PV (Alex do Frango), Partido da Social Democracia/PSD (Raério Cabeção), Partido Liberal/PL (Rondinelli Carlos);  Republicanos (Didi de Arnor), Partido Republicano da Ordem Social/PROS (Genilson Alves) e Rede Sustentabilidade (João Gentil).

A partir de janeiro do próximo ano, alguns partidos deixarão de ter representante no Legislativo municipal. São os casos do PL, do DEM e do PV (cujos vereadores não se reelegeram), além do Rede (João Gentil desistiu de concorrer).

Por outro lado, a nova composição da Câmara terá 15 partidos. Estreiam na próxima legislatura: Democracia Cristã, Cidadania, Patriota, PSB, PSC, Podemos e Solidariedade.

Veja a distribuição de vagas por partidos:

 

1. Democracia Cristã: 1 (Isaac da Casca ),

2. Cidadania: 2 (Gideon Ismaias, Edson Carlos)

3. Patriota: 1 (Omar Nogueira)

4. MDB: 3 (Carmem Júlia, Lucas das Malhas e Costinha)

5. PP: 3 (Zé Peixeiro, Ricardo de Dodoca, Professor Francisco Carlos),

6. Solidariedade: 4 (Cabo Tony Fernandes, Lawrence Amorim, Marckuty da Maisa, Paulo Igo).

7. PSDB: 1 (Larissa Rosado),

8. Partido Social Cristão: 2 (Lamarque e Naldo Feitosa)

9. PSB: 1 (Pablo Aires)

10. Podemos: 1 (Wiginis do Gás)

11. PT: 1 (Marleide Cunha)

12. Republicanos: 1 (Didi de Arnor)

13. PROS: 1 (Genilson Alves)

14. PSD: 1 (Raério Cabeção)

Notícias semelhantes
Comentários
Loading...