ESPORTE

No Ceará, Fernando Prass reencontra Palmeiras em duelo pela Série A

Ídolo no Verdão, goleiro é um dos protagonistas do Vozão na temporada

No Palmeiras, foram sete temporadas, 274 jogos e quatro títulos: uma Série B (2013), duas Séries A (2016 e 2018) de Campeonato Brasileiro e, talvez, o mais emblemático, a Copa do Brasil de 2015. Na final contra o Santos, Fernando Prass se agigantou na disputa de pênaltis e ainda marcou o gol que sacramentou a primeira conquista do Verdão no Allianz Parque (e a última antes da fase abastada do clube, iniciada no ano seguinte).

Neste sábado (3), goleiro e Palmeiras estarão novamente no mesmo gramado, mas em lados opostos. Fernando Prass defenderá a meta do Ceará, time do qual é um dos protagonistas em 2020, no primeiro reencontro com o ex-clube, do qual se despediu em dezembro. No Vozão, o arqueiro é titular desde a estreia, em 26 de janeiro, contra o Frei Paulistano, na Copa do Nordeste, torneio do qual foi campeão. De lá para cá, esteve em 37 dos 39 jogos do Alvinegro.

Como chegam as equipes
O Palmeiras tem desfalques para encarar o Ceará. O volante Gabriel Menino e os meias Zé Rafael e Lucas Lima estão suspensos. Na vitória por 5 a 0 sobre o Bolívar, na última quarta-feira (30), que assegurou a equipe nas oitavas de final da Libertadores, o técnico Vanderlei Luxemburgo escalou o volante Bruno Henrique, o meia Raphael Veiga e o atacante Rony, deixando o trio no banco, dando pistas de quem levará a campo.

No Ceará, o técnico Guto Ferreira tem ainda mais problemas. Os laterais Samuel Xavier (dores musculares) e Bruno Pacheco (levou quatro pontos na testa, após um choque de cabeça durante a final do Campeonato Cearense, contra o Fortaleza, na quarta), o zagueiro Luiz Otávio, o volante Fernando Sobral e o meia Vina (poupados) sequer viajaram. O zagueiro Klaus, o volante William Oliveira e o atacante Rodrigão estão contundidos.

Mais Brasileirão
Outras duas partidas movimentam o sábado pelo Brasileirão. Às 17h, o clássico Gre-Nal abre a rodada na Arena do Grêmio. O Tricolor chega embalado pela vitória por 2 a 0 sobre a Universidad Católica (Chile), que garantiu o time de Renato Portaluppi na próxima fase da Libertadores. O Colorado, que deixou escapar a chance de também se classificar por antecipação na competição sul-americana ao empatar por 0 a 0 com o América de Cali (Colômbia), tenta encerrar um incômodo jejum de 10 jogos sem vencer o maior rival.

Agência Brasil

Notícias semelhantes
Comentários
Loading...