Nada é por acaso

Por sua maldade, tudo o que Bolsonaro diz é calculado para ser o mais ruim possível. Nada é besteira, tudo é ruindade. Tudo o que ele faz é para garantir que o seu discurso de ódio ganhe amparo prático.

Por mais que se faça memes com sua tosquice, nossa indignação não tem ultrapassado a janela das nossas casas.

É preciso que avaliemos porque por mais que o presidente seja um bandido, miliciano, genocida, ditador e prepotente, tudo o que ele faz fique impune.

Alguns acontecimentos mais recentes podem ser postos na conta do barril de pólvora que Bolsonaro alimenta todos os dias e que pretende explodir.

Bolsonaro tem uma predileção pela morte dos outros, isso é fato. Mas não é apenas por seu desejo mórbido. Quanto mais gente morrer, mais ele tem argumentos para seu plano golpista-ditatorial.

O presidente sabe que os alienados que lhe apoiam vão ser sempre bucha de canhão para seus propósitos malignos. É com o apoio deles que o presidente vai colocar parte da população contra os governadores (o vídeo da reunião – reunião? – ministerial é uma prova disso).

Quando tudo for caos, Bolsonaro dará o golpe, apresentando para uma parcela da população que é a única saída. A outra parte, no máximo, fará memes. Se a internet ainda não estiver sob controle do governo.

Beneficiar militares com o auxílio emergencial não foi erro, não foi engano. Foi intenção. Foi a maneira que o governo encontrou de fazer com que parte da população que ainda se indigna com alguma coisa nesse país, chame-os de bandidos, vagabundos, criminosos e ladrões. Para que a turma de pijama se sinta ofendida, ultrajada, humilhada e expresse o seu ufanismo patriótico abjeto defendendo o capitão. Resultado: ditadura escancarada. Nada é por acaso nesse governo.


BOCA SUJA

Que pastor aceita entre seus fiéis um cidadão de boca tão suja quanto o presidente? Que Evangelho aquele cidadão diz seguir? Que ser abjeto. Que pessoa desprezível.

OUTRO FORA

Sai mais um ministro. Não sai à toa, mas dizendo o que todo mundo sabe: o presidente quer impor seu desejo de morte. Se as instituições democráticas estivessem funcionando, o bandido que suga os recursos públicos (vide cartão corporativo) já teria sido afastado do cargo. No mínimo.

CADÊ O DINHEIRO?

A pandemia da Covid-19 colocou uma pá de cal no dinheiro do empréstimo que a prefeitura fez junto à Caixa Econômica Federal? Já chegou alguma parcela? Se sim, o que foi feito do dinheiro? Com toda essa situação, vai ter como aplicar o dinheiro? Em que? Quando?

PATINANDO FEIO

Segue patinando o índice de isolamento social no Rio Grande do Norte, não ultrapassando os 45%. Com isso, seguem aumentando os casos da Covid-19. O Estado já tem mais de 120 mortes e quase 3 mil infectados.

Notícias semelhantes
Comentários
Loading...