Legalização de um crime

A grande maioria dos parlamentares no Congresso ou é rica ou representa a elite. Não bastassem as reformas que só arruinaram cada vez mais a vida dos pobres e trabalhadores, as propostas votadas na Câmara e no Senado Federal, mesmo nesses tempos de crise sanitária, seguem prejudicando o povo. A mais recente delas foi a institucionalização e legalização do processo de furo na fila da vacina contra a Covid. Se permitir que ricos comprem a vacina enquanto os pobres terão que esperar ainda mais é um crime horrendo. Por enquanto, só o texto-bse foi aprovado. Há outras disposições no Projeto de Lei que são ainda mais condenáveis, como a possibilidade de os ricos comprarem a vacina e poderem deduzir o dinheiro gasto no Imposto de Renda. O eleitor brasileiro precisa ficar mais atento em quem está votando. Cada vez mais elege representantes dos ricos. O resultado é simples: defesa da pauta da elite.

 

EFEITO DA VACINA

Uma criança, filha de conhecidos meus, tomou a vacina BCG na última segunda-feira. Desde então, vem apresentando pequenas reações, mas que para uma menor de 3 anos de idade, a deixam indisposta e pouco dócil. Fico imaginando se fosse reação da vacina contra a covid, o que os canalhas de plantão não estariam fazendo para utilizar esse fato para propagar fake news.

 

EFEITOS COLATERAIS

Assim como qualquer medicamento, as vacinas também podem provocar efeitos colaterais em quem as toma. Simples assim. Como sempre foi. Tratar diferente dessa possibilidade é canalhice. Tirar qualquer dividendo disso é crime.

 

SEM MÁSCARA

Tenho percebido que caiu muito o número de pessoas usando máscara nos bairros distantes do centro da cidade. Aliás, além de não as usarem sequer nas calçadas, as pessoas tem frequentado comércios em geral sem estar com o equipamento de proteção.

 

AUXÍLIO EMERGENCIAL

O atual governo brasileiro é uma piada – de mau gosto, claro. Anunciou o pagamento do auxílio emergencial para ontem, com um detalhe surreal: os beneficiários não podem sacar o dinheiro. Só a partir do próximo mês. É tripudiar com a fome alheia.

Notícias semelhantes
Comentários
Loading...