Medidas

LAIS/UFRN recomenda retorno de aulas de forma híbrida

Ao mesmo tempo, órgão sugere adoção de toque de recolher e prorrogação de restrições sociais

O Laboratório de Inovação Tecnológica em Saúde (LAIS) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) já elaborou um relatório da situação da pandemia da Covid no Rio Grande do Norte com análise dos dados coletados a partir de 20 de março, quando entrou em vigor o atual decreto de restrições sociais.

Nesse novo relatório, o LAIS/UFRN recomenda que o decreto vigência seja estendido até o final de semana, além de sugerir a adoção do toque de recolher no feriado de Páscoa. As atuais restrições seguem até sexta-feira, 2/4.

Ainda no relatório, o LAIS/UFRN recomenda que haja retomadas das aulas, tanto na rede pública quanto privada de ensino, de forma híbrida, com a presença de 50% dos alunos e a outra metade estudando de forma remota. Essa retomada se daria após a Páscoa.

As recomendações estão sendo apresentadas ao Governo do Estado para análise e tomada de decisão. A governadora Fátima Bezerra (PT/RN) se reuniu ontem com alguns prefeitos e com o presidente da Federação dos Municípios do Rio Grande do Norte (FEMURN) para tratar sobre a pandemia e a adoção de medidas. Os gestores tem apresentado à governadora a necessidade de flexibilização das regras de restrição social para o setor produtivo e comércio. Até a próxima sexta-feira, 2/4, a governadora deverá se pronunciar sobre essas questões.

O atual decreto de restrição social fez cair em quase 40% os pedidos de internações de pessoas contaminadas pelo novo coronavírus.  Esse dado, inclusive, tem sido apresentado pelo LAIS/UFRN para justificar a necessidade de adoção de toque de recolher e de prorrogação do atual decreto.

Notícias semelhantes
Comentários
Loading...