128º Homicídio

Ex-presidiário é assassinado dentro de casa na Comunidade de Riacho Grande

O ex-presidiário identificado como José Roberto Dias de Araújo, conhecido como "Boró”, de 34 anos, foi brutalmente assassinado a tiros e pedradas dentro de um quartinho onde dormia na casa da mãe.

A violência que assola o município de Mossoró faz mais uma vítima e eleva para 128 o número de homicídios registrados na cidade no ano de 2017. O ex-presidiário identificado como José Roberto Dias de Araújo, conhecido como “Boró”, de 34 anos, foi brutalmente assassinado a tiros e pedradas dentro de um quartinho onde dormia na casa da mãe. O crime aconteceu no início da madrugada desta sexta-feira, 30 de junho, na rua da Facada, na comunidade de Riacho Grande, zona rural do município.

De acordo com a perícia criminal, os assassinos utilizaram dois tipos de armas de fogo e além de crivar o corpo da vítima de balas ainda usaram um pedra grande para espancá-la. Balins,fragmentos de munições e uma pedra grande foram encontrados ao lado do corpo, pela equipe do ITEP.

Boró esteve preso na Cadeia Pública de Mossoró por furto (155) e roubo (157) e em novembro de 2015 fugiu da unidade prisional juntamente com mais 11 detentos.

Os criminosos, que segundo informações de testemunhas eram pelo menos quatro homens, após cometerem o assassinato fugiram em duas motos sentido zona urbana de Mossoró. A polícia ainda não tem conhecimento sobre a motivação do crime.

Fim da Linha

Notícias semelhantes
Comentários
Loading...