SIM-P

Estado tem 11 casos confirmados de Síndrome Inflamatória Multissistêmica Pediátrica

Para acompanhar a evolução da doença no RN, Sesap publicará boletins semanais

A Síndrome Inflamatória Multissistêmica Pediátrica (SIM-P) segue com registros no Rio Grande do Norte. Até o dia 16 de setembro de 2020, foram notificados no estado 21 casos suspeitos para SIM-P, dos quais 11 foram confirmados. “Temos uma ocorrência baixa, mas uma ação de vigilância é oportuna e permaneceremos acompanhando a situação da síndrome no estado”, afirmou a subcoordenadora de Vigilância Epidemiológica, Alessandra Lucchesi.

Luchesi informou que a partir de agora será emitido semanalmente um boletim de acompanhamentos dos casos de Síndrome Inflamatória Multissistêmica Pediátrica (SIM-P), temporalmente associada à covid-19 no contexto do RN.

Os casos confirmados são dos seguintes municípios: Mossoró (3), Natal (3), São Gonçalo do Amarante (2), Apodi (1), Nísia Floresta (1) e Touros (1). Desses, apenas um permanece internado e dez receberam alta.

Entre os casos suspeitos, um continua internado, oito receberam alta e um evoluiu para óbito, o qual está em investigação. Ressalta-se que cinco dos casos suspeitos tiveram testes de diagnóstico positivos para arboviroses, sendo um caso de Zika, três de Chikungunya e um que positivou para Zika e Dengue.

Lucchesi afirmou que as ações de vigilância em saúde vêm sendo reforçadas e acontecem de forma permanente e ainda mais coordenadas nos territórios. “Uma das estratégias foi a contratação de 20 apoiadores técnicos que atuarão nas regiões de saúde fornecendo apoio nas ações de vigilância”.

Ela lembrou ainda que a Sesap se mantém vigilante em relação aos outros agravos que acometem a população. “As ações da Sesap estão direcionadas para a covid-19, mas sem jamais esquecer os outros agravos”, concluiu.

Notícias semelhantes
Comentários
Loading...