Lava Jato

Eduardo Cunha avisa à Procuradoria Geral da República que vai delatar, diz revista

Conforme a publicação, os advogados de Cunha saíram da reunião com os procuradores dizendo que agora começarão a colher as informações que o ex-deputado tem para entregar.

A defesa do deputado cassado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), que está preso em Curitiba, avisou à Procuradoria-Geral da República (PGR) que ele vai, enfim, delatar. As informações são da coluna Radar, da revista Veja.

Conforme a publicação, os advogados de Cunha saíram da reunião com os procuradores dizendo que agora começarão a colher as informações que o ex-deputado tem para entregar.

RÉU
O juiz Francisco Eduardo Guimarães Farias, titular da 14ª Vara Federal no Rio Grande do Norte, aceitou nesta sexta (30) a íntegra da denúncia protocolada pelo Ministério Público Federal contra os ex-deputados federais Eduardo Cunha e Henrique Alves, ambos do PMDB, envolvidos na operação Manus, deflagrada pela Polícia Federal.

Desdobramento da Lava Jato, a operação Manus investiga corrupção ativa e passiva e lavagem de dinheiro na construção da Arena das Dunas, em Natal, a partir de contratos operacionalizados com as construtoras OAS, Odebrecht e Carioca Engenharia.

Agência Estado

Notícias semelhantes