Dívida com terceirizadas também é uma incógnita na prefeitura

A gestão Allyson Bezerra, Solidariedade (SDD) ainda faz levantamentos sobre as dívidas deixadas na prefeitura pela ex-prefeita Rosalba Ciarlini, do Partido Progressistas (PP). Entre os débitos, dois chamam a atenção e carecem de celeridade para a solução: pagamentos dos servidores efetivos e dívidas com as empresas terceirizadas.

De acordo com a Secretaria de Comunicação Social (Secom) da prefeitura, ainda não se sabe quais folhas a prefeitura deve ao funcionalismo público mossoroense, tampouco o montante da dívida do município com as empresas terceirizadas. Também não há previsão de quando essas folhas serão quitadas.

Segundo Aldeiza Souza, da delegacia regional do Sindicato dos Trabalhadores em Asseio, Conservação, Higienização e Limpeza Urbana do Estado do Rio Grande do Norte (Sindlimp), mais de 850 trabalhadores ainda não receberam o salário de dezembro. Além disso, há empresas que devem terço de férias, e até mesmo férias.

Aldeiza informou a situação dos terceirizados por empresa e onde eles prestam serviços. Seguem os dados abaixo:

Athos (Educação): 200 colaboradores

Athos (Saúde): 200 colaboradores

Estratégica (Administração): 200 colaboradores

Conceito (Desenvolvimento social): 145

Releecum (setor de Jardinagem): 110

 

Notícias semelhantes
Comentários
Loading...