Constrangimento ilegal

Deputada denúncia Bolsonaro ao STF por ameaça a jornalista

Presidente disse que estava com vontade de “encher a boca” de um repórter de porrada ao ser questionado sobre dinheiro repassado por Fabrício Queiroz para a primeira-dama

A deputada federal Natália Bonavides (PT/RN) protocolou no Supremo Tribunal Federal (STF) denúncia contra o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) por ameaça a um jornalista de O Globo.

Ontem pela manhã, durante visita à Catedral de Brasília (DF), Bolsonaro foi questionada por um repórter de O Globo porque a esposa dele, Michelle Bolsonaro, recebeu R$ 89.000,00 (oitenta e nove mil reais) de Fabrício Queiroz e da esposa deste, Márcia Aguiar.

Ao invés de responder à pergunta, Bolsonaro preferiu ameaçar o jornalista. “Minha vontade é encher a tua boca com uma porrada”, ameaçou o presidente, que ainda chamou o profissional de “safado”.

Por sua conta nas redes sociais, Natália Bonavides anunciou que denunciou o presidente ao STF por crime de constrangimento ilegal. “Acabo de protocolar no STF denúncia contra Bolsonaro por crime de constrangimento ilegal. Hoje ele ameaçou agredir um jornalista para impedi-lo de fazer o seu trabalho. Bolsonaro é um delinquente contumaz”, escreveu a parlamentar.

O filho de Bolsonaro, senador Flávio Bolsonaro é acusado de desviar recursos públicos da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (ALERJ) quando era deputado estadual. De acordo com investigação do Ministério Público (MP/RJ), Flávio e Fabrício Queiroz desviavam para si o dinheiro que deveria ser utilizado para pagar assessores. As investigações apontam que o esquema criminoso deu prejuízo de milhões aos cofres públicos.

Notícias semelhantes
Comentários
Loading...