Proliferação

Cidade do Seridó com 14 mil habitantes, chega a mil casos de Covid-19

Em Jardim de Piranhas, a contaminação de pessoas pelo novo coronavírus segue em ritmo acelerado

A pandemia da Covid-19 se prolifera em velocidade assustadora em Jardim de Piranhas, cidade do Seridó com pouco mais de 14 mil habitantes. Embora o Boletim Epidemiológico da Secretaria Estadual de Saúde Pública do Rio Grande do Norte (Sesap/RN) desta sexta-feira, 7/8, aponte a existência de 423 casos confirmados da doença, as estatísticas feitas pelo próprio município mostram mais que o dobro.

Jardim de Piranhas tem nada menos que mil casos confirmados de Covid-19, de acordo com boletim epidemiológico da prefeitura. Com esse número, a taxa de incidência de casos para cada grupo de 100 mil pessoas seria superior a 6 mil, o maior do Estado e um dos mais elevados do país.

A cidade tem ainda 284 pessoas com suspeita de contaminação. Dezesseis pessoas morreram em virtude de complicações da Covid-19.

A Secretaria Municipal de Saúde de Jardim de Piranhas já contabiliza 1.888 notificações por causa da Covid-19. Dessas, 604 foram descartadas, ou seja, os exames não confirmaram as suspeitas. Os recuperados somam 457. Das pessoas com diagnóstico positivo da doença, 806 estão em isolamento domiciliar e outras 5 estão internadas.

Em Jardim de Piranhas, num único dia do mês de julho, foram registrados mais de 100 casos confirmados da doença. A prefeitura decretou lockdown entre 15 a 31 de julho, mas não houve regressão no número de registros. O decreto de bloqueio total foi prorrogado até o próximo dia 13 de agosto.

Na primeira vez que as medidas rígidas foram estabelecidas, surgiram denúncias de que houve pouca fiscalização e muito descumprimento das regras. A taxa de transmissibilidade da Covid-19 na cidade está em 1,76.

Nesta sexta-feira, o Programa RN+Saudável realizou na cidade a campanha RN+Saudável pela Vida, Eixo da Cultura de Paz com o objetivo de fortalecer a ação do Pacto pela Vida e as ações de enfrentamento às violências.

O programa do Governo do RN fez alusão à campanha Agosto Lilás que debate a violência contra às mulheres, temática que ganha destaque nas ações do projeto com mobilização das secretarias estaduais, municipais e demais entidades da sociedade civil de todo o Rio Grande do Norte.

A atividade foi realizada no centro da cidade e nos bairros de maior vulnerabilidade social do município, com distribuição de máscaras e kits sobre o enfrentamento à violência contra as mulheres.

 

Notícias semelhantes
Comentários
Loading...