Brasileirão 2018

Ceará vence o Atlético-MG e entra na zona de classificação para a Sul-Americana

Ceará e Atlético-MG fizeram um jogo muito movimentado na noite desta segunda (29/10), com ambos buscando o gol desde o início. A vitória do Vozão por 2 a 1 poderia ter sido do Galo, dado o volume de jogo apresentado no Castelão.

A necessidade dos dois no campeonato gerou um jogo sem preocupações excessivas na defesa, com preferência clara pelo ataque.

O resultado não foi bom para os mineiros, que perderam a chance de colar de vez no Grêmio, quinto colocado, e buscar em casa, tomar o lugar dos gaúchos no duelo que farão no próximo sábado. A equipe agora só está no G6 por ter mais vitórias que o Santos, pois as equipes têm a mesma pontuação.

Para o time cearense, que venceu a segunda equipe de Minas em uma semana, os três pontos colocam o time comandado por Lisca numa situação mais confortável, na 13ª posição, dentro da zona de classificação para Sul-Americana e mais longe do Z4.

Na próxima rodada, o Galo, que não vence há quatro jogos, recebe o Grêmio em casa para tentar se descolar do Santos e aproximar do quinto lugar da tabela. Já o Ceará encara um duelo direto contra o rebaixamento em partida com o Sport, no Recife.

CEARÁ 2 X 1 ATLÉTICO-MG

Local: Castelão, em Fortaleza (CE)
Data-Hora: 29/10/2018 – 20h
Árbitro: Wagner Reway (MT)
Assistentes: Alessandro Álvaro Rocha de Matos (BA) e Eduardo Gonçalves da Cruz (MS)
Gols: Juninho Quixadá-10’ 1ºT(1-0), Cazares-25’ 1ºT(1-1) e Leandro Carvalho-16’ 2ºT(2-1)
Cartões Amarelos: Hulk(ATL), Luan(ATL), Edinho(CEA),Patric(ATL), Maidana(ATL), Richardson(CEA)
Cartões Vermelhos:
Público e Renda: 37 940/R$ 477 896,00

CEARÁ: Everson; Samuel Xavier, Tiago Alves, Luiz Otávio e João Lucas(Pedro Ken-intervalo), Felipe Jonatan; Edinho, Richardson, Juninho Quixadá(Valdo, aos 22’, 2ºT) e Leandro Carvalho; Arthur(Felipe Azevedo, aos 39’, 2ºT)). Técnico: Lisca

ATLÉTICO-MG: Victor; Emerson, Léo Silva, Iago Maidana e Hulk(Patric-intervalo); Adilson(Edinho, aos 34’, 2ºT), Elias, Luan(Terans-intervalo) e Cazares, Chará e Ricardo Oliveira. Técnico: Levir Culpi.

 

Notícias semelhantes