Tecnologia

Campus Party: evento global de tecnologia disponibiliza debates online

Tema da edição deste ano será “Reboot the World” (Reiniciar o mundo)

A Campus Party, um dos maiores eventos de tecnologia do mundo, começa hoje (9) com debates, palestras e atividades pela internet. O formato foi necessário para se adaptar às condições da pandemia do novo coronavírus. Por isso, o tema desta edição será “Reboot the World” (Reiniciar o mundo).

Segundo a organização, o evento vai reunir 1.841 conferencistas e participantes de 31 países dos cinco continentes. Além do evento global, haverá programações específicas para Brasília, Goiás e o Amazonas. As atividades serão transmitidas pelo site do evento.

No chamado “palco principal” estão previstas conferências sobre diversos temas, especialmente voltados à transição ao “novo normal” e às novas formas de desenvolvimento e uso de tecnologias neste novo cenário. Entre as palestras estão análises sobre as mudanças, neste contexto, na internet, na inovação, na liderança das mulheres e no mundo do trabalho.

Entre os conferencistas confirmados estão Edward Snowden, ex-agente da Agência de Segurança Nacional dos Estados Unidos que divulgou práticas de espionagem massiva por governos, Tim Berners-Lee, criador da World Wide Web, e John Hall, presidente do conselho do Instituto Profissional Linux.

Na discussão sobre o mundo pós-pandemia, ou ainda durante ela, especialistas vão refletir sobre o uso de soluções como a realidade virtual a ampliada, a aprendizagem de máquina, finanças digitalizadas e coleta e análise de dados.

“O objetivo é desenvolver soluções tecnológicas que ajudem a atingir as metas traçadas dos 17 Objetivos de Desenvolvimentos Sustentáveis propostos pela Organização das Nações Unidas (ONU). Queremos que esse formato digital facilite a interconexão de pessoas de vários países e que essa troca de conhecimento seja intensa, ao ponto de trazer novas alternativas para esse mundo pós-pandemia”, afirma o presidente do Instituto Campus Party, Francisco Ferrugia.

Ele diz que neste ano haverá palestras tanto em inglês quanto em português. A expectativa de público é de cerca de 1 milhão de pessoas no Brasil e 10 milhões em todo o mundo. “Como agora estaremos em um ambiente digital, esse número pode ser ainda maior”, acrescenta Ferrugia.

Uma série de palestras (apelidada de Green Deal) terá como foco específico a sustentabilidade, trazendo discussões sobre o futuro da água, a contribuição da ciência, a importância da reciclagem, cidades criativas, ecomarketing, uso de inovação na Amazônia e robótica sustentável.

Agência Brasil

Notícias semelhantes
Comentários
Loading...
Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support