Mossoró

Artistas circenses recebem benefício eventual de complementação alimentar

Os artistas circenses vivenciam situações de vulnerabilidade social extrema

A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social e Juventude (SMDSJ), atendendo uma solicitação da Secretaria de Cultura, realizou estudo socioeconômico com população circense durante o mês de março deste ano.

Na tarde da última terça-feira, 30, um total de 21 famílias de artistas circenses foram contempladas com o recebimento do benefício eventual de complementação alimentar. As famílias beneficiadas moram e trabalham nos circos Lima, Babalu, Shalekinho e Panelinha.

O palhaço Maionese afirmou que pediu auxílio no Centro de Referência de Assistência Social (CRAS). Ela atualmente reside em um ônibus no bairro Bom Jesus. “Ontem mesmo fui ao CRAS pedir um auxílio, pois, tento vender algum algodão doce, mas tá muito difícil a situação”, lastimou o artista.

Os artistas circenses vivenciam situações de vulnerabilidade social extrema, visto que eles não estão podendo realizar seus espetáculos e shows. Grande parte deles residem em moradias precárias como trailers e dependem de ajuda de comunidade para ter acesso a água potável.

O benefício eventual complementar é normatizado em lei municipal e prevê benefícios eventuais em caráter excepcional em situações extremas como a atual que estamos vivenciando (pandemia do novo coronavírus). O acompanhamento familiar dessas famílias circenses será de caráter continuado por meio do CRAS.

Notícias semelhantes
Comentários
Loading...