Votação

Apenas Natália Bonavides e Rafael Mota votam pela prorrogação de auxílio para mais pobres

Outros cinco deputados federais do RN votaram contra a matéria, que beneficiaria os mais necessitados

Cinco dos oito deputados da bancada Federal do Rio Grande do Norte votaram cotra a prorrogação do auxílio emergencial de R$ 600 para os mais pobres. Somente Natália Bonavides (PT) e Rafael Motta (PSB) votaram pela prorrogação do auxílio emergencial ate dezembro desse ano.

Benes Leocádio (Republicanos), Carla Dickson (PROS), João Maia (PL), General Girão (PSL) e Walter Alves (MDB) foram contra. Beto Rosado (PP) se absteve.

Por 309 contra e 123 a favor, a Câmara Federal rejeitou a proposta de prorrogação do benefício para os mais necessitados nesses tempos de pandemia.

Para o deputado Ênio Verri (PT/PR), autor da emenda que propôs a extensão do benefício até dezembro, a medida garantiria a subsistência das famílias, ao menos neste ano de 2020, sendo imprescindível o recebimento do auxílio por quem necessita por todo o período da pandemia.

Notícias semelhantes
Comentários
Loading...