ABANDONO DA RN ENTRE MOSSORÓ E TIBAU

A RN 013 que liga Mossoró ao município de Tibau e a chamada região da Costa Branca, que deveria ser um setor de exploração do turismo, encontra-se abandonada em relação a retirada do matagal que cresce em suas laterais e canteiro central. Nem mesmo a presença do governador Robinson Farias em Mossoró, que veio aproveitar a farra do Mossoró Cidade Junina, serviu para mudar o quadro. Levantamos aqui a bandeira da limpeza, antes que a pista de rolamento seja tomada pelo mato.

O JOGO É DURO NO CENÁRIO NACIONAL

O jogo segue duro no cenário político e administrativo brasileiro. A cada lance surgem novas bolas murchas e chutes pela linha de fundo. Aliás, pela linha de fundo estão jogando a credibilidade do país que se encontra na zona do rebaixamento no cenário internacional. Tem até torcida organizada alimentando o sonho da volta de jogadores pernas de pau que chegaram a ocupar a posição de titular prometendo muitos gols, porém, só que marcaram contra suas próprias redes. Esse não deveria ter mais oportunidade no time principal. E o jogo duro continua.

CULTURA NA CIDADE DE GROSSOS

No município de Grossos-RN a cultura vem ganhando espaço nos últimos meses. E esse dado positivo tem um nome, ou melhor, um responsável. É o cantor e compositor Genildo Costa, que assumiu a secretaria de cultura da prefeitura e, como já era de se esperar, vem correspondendo e cumprindo sua missão. Cito aqui, como exemplo, o “Projeto Casa de Ensaio”, o qual tem proporcionado em Grossos vários eventos culturais e, mais importante ainda, valorizando o talento local para música, teatro, poesia, entre outros. Genildo é um poeta dedicado e apaixonado pelo que faz e, acredita na força da cultura como instrumento de inclusão social e, crescimento para o seu município.

UMA “PONTE” ENTRE A VIDA E A MORTE

Na BR-304, mais precisando no município do Assu, a ponte Felipe Guerra, sobre o rio Piranhas-Açu (neste caso, com “Ç”) literalmente pode ser considerada uma “ponte” entre a vida e a morte. Na segunda-feira, 10, uma pessoa foi atropelada e morta quando fazia sua travessia. E a verdade é que, não sei como isso não acontece todos os dias, acredito que seja obra de Deus, pois a obra edificada pelo homem não oferece a menor condição para uso de pedestres. Quem conhece sabe, a ponte é estreita e, o espaço que seria para uso dos pedestres é insuficiente no sentido de oferecer qualquer margem de segurança. E não teria medo de dizer, esse espaço não existe. Seria necessária, e já passou do tempo, a construção de um espaço ao lado da ponte, pelo menos em um deles, para que as pessoas pudessem fazer essa travessia com segurança, quando não estivessem utilizando um veículo. Fica o alerta, vamos evitar que outras vidas sejam tiradas.

UBER CHEGANDO EM MOSSORÓ

Outro dia ouvi de um taxista a declaração de que reagiria com violência, caso chegasse em Mossoró serviço de Uber. Mais uma alternativa no setor de transporte coletivo. Pois bem, prepare-se, a concorrência começou a chegar. Por enquanto, em forma de palestras para explicar como funciona o serviço e, claro, será um passo decisivo para a implantação na cidade. Só espero que o rapaz do taxi lembre que ele um dia, com serviço de lotação, gerou concorrência para os ônibus que diminuiu a frota e demitiu funcionários. Então, ao invés de pensar em represálias violentas, monte a estratégia de um melhor serviço a ser prestado ao público. Ônibus, taxi, mototáxi e agora Uber, é uma realidade da qual ninguém escapa.

PROCURANDO OS CLANDESTINOS

E por falar em transporte de passageiros, mediante pagamento, a Prefeitura de Mossoró através da sua Gerência de Trânsito, iniciou uma intensa fiscalização nas ruas da cidade. O objetivo é detectar e, tirar de circulação os chamados taxistas e mototaxistas clandestinos, ou seja, aqueles que não passaram pelo crivo da prefeitura e, consequentemente, não pagam nenhum imposto. A fiscalização pede até o apoio da população para que evitem utilizar o serviço. Aqui vai ficar difícil, afinal, o consumidor procura sempre o serviço com preço mais barato. Porém, é bom lembrar, no momento de fazer alguma queixa, teoricamente, o profissional habilitado seria melhor fiscalizado.

FRASE

“A VIDA É UM PALCO DE TEATRO QUE NÃO ADMITE ENSAIOS. POR ISSO, CANTE, CHORE, RIA, ANTES QUE AS CORTINAS SE FECHEM E O ESPETÁCULO TERMINE SEM APLAUSOS”. – Charles Chaplin.

ANTECIPANDO ELEIÇÃO NAS CÂMARAS

Em Natal já aconteceu e, pelo interior do Rio Grande do Norte, a cena se repete com vereadores, mesmo faltando dois anos, antecipando eleições para a escolha do seu presidente e, em alguns casos, renovando o mandato de toda mesa diretora. Até mesmo nas cidades nas quais a reeleição é proibida por lei, o assunto vem sendo discutido. Para isso, se tem a maioria, basta mudar mais uma vez a regra do jogo. Vejo tudo isso como uma ação que tem em vista favorecer ou resolver o problema de uma pessoa ou de grupo de pessoas sem levar em conta o bem coletivo. Traduzindo, é casuísmo puro.

MUDARAM O FOCO E PROPOSTA PASSOU

Percebemos que nos últimos meses a mudança de foco facilitou a vida daqueles que defendiam a Reforma Trabalhista sem alterações em relação ao texto base enviado pelo governo para votação na Câmara dos Deputados e depois no Senado. A briga maior passou a ser pelo poder, com o “Fora Temer” em evidência e, a luta propriamente dita contra a Reforma Trabalhista, deixada em plano secundário. Com esse cenário, os governistas tiveram folga suficiente para levar adiante a votação e aprovação. Nos passa a impressão que a oposição quer mesmo é o poder, e não liga muito para as perdas do trabalhador com as alterações aprovadas. A briga maior da galera, em relação à reforma, praticamente ficou limitada as mudanças que atingem em cheio o movimento sindical. Acorda povo, olhem a vida pública, a disputa política com os olhos da razão, chega de paixão cega.

CANDIDATOS AO CARGO DE PRESIDENTE

Na onda das mudanças nas regras do jogo, já se fala em alterar o calendário da sucessão presidencial na Câmara Municipal de Mossoró. Bom, enquanto não surge uma palavra oficial, as especulações ganham espaço e, já se fala em dois nomes interessados no cargo. Um deles seria o vereador Francisco Carlos, que já ocupou a presidência por um período e estaria disposto a retornar. O outro nome, se mudarem a forma de disputa, seria a atual presidente, Izabel Montenegro, buscando assim a sua reeleição. Essa forma de disputa havia sido suspensa, ou seja, o presidente eleito seria apenas para um biênio, porém, existem rumores de nova alteração para viabilizar a candidatura de Izabel. Os mais próximos apostam na possibilidade de um terceiro nome. Aguardemos, pois esse é um processo que muda de rumo na véspera e, até minutos antes do voto.

REBELDES SERÃO PUNIDOS

Apesar do discurso ser forte quando se fala em democracia, no Brasil ainda existem resquícios da ditadura, principalmente quando se coloca em jogo interesses dos grupos e aliados políticos. E isso vale para situação e oposição. Na discussão pela aceitação ou não das denúncias contra o presidente Temer, aquele partido que foi o símbolo da luta contra a falta de liberdade no pais, o PMDB, na época sem o “P”, resolveu fechar questão. A direção nacional já decidiu: Aquele deputado que votar contra o presidente Michel Temer, será duramente punido. O certo, para respeitar a liberdade de escolha, seria recomendar o voto, e não impor.

 

Notícias semelhantes