Violência

33 assassinatos no final de semana no RN

A média de homicídios em 2017 foi de 6,5 homicídios por dia. Com 190 homicídios em 2018, a média já é de 7 casos por dia.

Segundo dados do Observatório da Violência do Rio Grande do Norte (OBVIO), Grupo de Pesquisa da Universidade Federal Rural do Semi-Árido (Ufersa), o RN teve o final de semana mais violento do ano até agora.

Entre os dias 27 e 29 de janeiro, foram assassinadas 33 pessoas nas últimas 72 horas em todo o estado. A média de chegou a ser de uma morte a cada a cada três horas e quarenta minutos

A última morte registrada no final de semana foi do sargento da reserva, Itagibá Maciel de Medeiros, morto a tiros no início da manhã de hoje em Extremoz. Segundo a Polícia Militar, o policial foi vítima de uma emboscada. O número de agentes de segurança mortos em 2018 no estado, já chega a quatro.

Na madrugada de sábado (27/1), foi registrado um triplo homicídio na Praia da Redinha, Zona Norte de Natal. Um mulher e dois homens foram mortos com tiros na cabeça dentro de uma casa.

As cidades que registraram homicídios foram: 

Natal: 7 mortes
Extremoz: 6 mortes
Mossoró: 3 mortes
Patu: 2 mortes
São Gonçalo do Amarante: 2 mortes
Boa Saúde: 2 mortes
Caiçara do Norte: 1 morte
Assu: 1 morte
Coronel Ezequiel: 1 morte
Canguaretama: 1 morte
Parelhas: 1 morte
Alto do Rodrigues: 1 morte
Macaíba: 1 morte
Serra do Mel: 1 morte
Tangará: 1 morte
Guamaré: 1 morte
João Câmara: 1 morte

De acordo com o Óbvio, com os números deste fim de semana, o RN já soma 190 assassinatos em janeiro. O número supera o registrado nos primeiros 29 dias de janeiro de 2017, quando se contabilizou 184 assassinato.

Com informações do G1/RN e OBVIO

Notícias semelhantes