UERN reage à proposta para mudar nome da universidade

Administração diz que manter a denominação atual é homenagear todos os que lutaram pela instituição

A administração superior da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN) reagiu à proposta feita pelo deputado estadual Nélter Queiroz (MDB) de mudar o atual nome da instituição. O parlamentar quer a UERN mude sua denominação para Universidade Estadual Doutor Raimundo Soares.

A administração da universidade lançou uma nota rechaçando a proposta e argumentando porque o nome atual deve permanecer. “Entendemos que patrimônio social com esta envergadura não cabe numa personificação. Uma universidade construída há mais de meio século tem sua história carregada de nomes que, ao perfil de cada um, fazem parte do que ela é hoje, e que juntos estão presentes simbolicamente em tudo que representa o nome da Universidade”, afirma um dos trechos na nota.

A direção da UERN enfatizar a importância do legado do ex-prefeito de Mossoró Raimundo Soares, inclusive para a universidade, mas ressalta que manter o nome atual é uma homenagem a todos os que lutaram pela instituição. Veja a nota na íntegra

“Em cinquenta e um anos de atuação em favor da sociedade, a Universidade do Estado do Rio Grande do Norte – Uern consolidou-se como patrimônio vivo do povo norte-rio-grandense, sendo uma construção coletiva, fruto do trabalho, abnegação e empenho de muitas pessoas.

Nascida Universidade Regional do Rio Grande do Norte – URRN, em Mossoró, através da Lei Municipal nº 20/68, de 28 de setembro de 1968, a instituição surgiu vinculada à Fundação Regional do Rio Grande do Norte – FURRN. Em 8 de janeiro de 1987, oficializada a sua estadualização pela Lei Estadual nº 5.546, passou a ser denominada de Universidade do Estado do Rio Grande do Norte. Em seu nome, traz a história, força e representatividade de todas as pessoas que lutaram pelo sonho de uma universidade pública e gratuita em solo potiguar.

Entendemos que patrimônio social com esta envergadura não cabe numa personificação. Uma universidade construída há mais de meio século tem sua história carregada de nomes que, ao perfil de cada um, fazem parte do que ela é hoje, e que juntos estão presentes simbolicamente em tudo que representa o nome da Universidade.

Por isso defendemos a manutenção desta história e discordamos do Projeto de Lei 0183/2020, de autoria do deputado estadual Nelter Queiroz (MDB), que propõe a mudança de nome da Uern para Universidade Estadual Doutor Raimundo Soares.

É inegável para a Uern a importância histórica do ex-prefeito de Mossoró (1963-1968), advogado Raimundo Soares de Souza, responsável pela assinatura da Lei Municipal 20/68 que implantou a URRN, nascedouro da nossa instituição, tendo em sua estrutura as faculdades de Ciências Econômicas, Serviço Social, Filosofia, Ciência e Letras; e a Escola Superior de Enfermagem de Mossoró.

Junto a ele, nomes como o primeiro reitor, João Batista Cascudo Rodrigues, o governador Radir Pereira, a primeira reitora da universidade, Maria Gomes de Oliveira, o reitor da estadualização, padre Sátiro Cavalcanti Dantas são personalidades que compõem um quadro representativo e fundamental do processo histórico desta instituição.

Acreditamos que manter a Uern com seu nome e sua história forte e viva, contribuindo com a formação profissional e cidadã do povo potiguar e dando continuidade ao sonho de seus predecessores é uma homenagem que todos que a constroem prestam diariamente àqueles e àquelas que tornaram possível chegarmos ao que somos hoje”.

Prof. Dr. Pedro Fernandes Ribeiro Neto

Reitor

Profa. Dra. Fátima Raquel Rosado Morais

Vice-reitora

Notícias semelhantes
Comentários
Loading...