Greve dos professores

SINDISERPUM apresenta à prefeitura calendário de reposição

Pela proposta, maior parte das aulas prejudicadas pela paralisação acontecerá aos sábados e recesso de meio de ano terá apenas uma semana de duração

O Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Mossoró (SINDISERPUM) protocolou na prefeitura, na manhã de ontem, 23/4, proposta de reposição das aulas do período de greve docente, que durou de 8 de março a 17 de abril. Ao todo, a paralisação atingiu 29 dias letivos, sendo 16 no mês de março e 13 em abril.

Pela proposta apresentada pelo SINDISERPUM, as aulas serão repostas em sua maioria aos sábados (4 e 11 de maio; 1 de junho; 20 e 27 de julho; 3 e 31 de agosto; 21 e 28 de setembro; 5 e 19 de outubro; 23 e 30 de novembro; e 7 de dezembro).

Além desses dias, também terão aulas de reposição dia 21 de junho, e em uma das semanas do recesso do meio de ano (24, 25, 26, 27 e 28 de junho). As demais aulas serão repostas em 4 e 14 de outubro; e 18, 19, 20, 21, 23, 26 e 27 de dezembro.

Pelo calendário elaborado pelo SINDISERPUM e apresentado oficialmente à prefeitura, as provas especiais acontecerão em 2, 3, 4 e 7 de janeiro de 2020 e o resultado final do ano letivo de 2019 será conhecido em 10 de janeiro de 2020.

O SINDISERPUM fez um calendário todo detalhado, apresentando inclusive a correlação entre o dia do déficit e a previsão de reposição conforme o calendário elaborado. A proposta será analisada pela prefeitura e depois encaminhada ao Conselho Municipal de Educação para análise e deliberação, aprovando-o, rejeitando-o em sua totalidade ou apresentando ajustes. Segue, abaixo, o cronograma:

Tabela com dias de déficit e proposta de reposição feita pelo SINDISERPUM

 

Notícias semelhantes